Pão caseiro de farinha de trigo integral / Homemade wholewheat bread

Recentemente comecei a fazer o meu próprio pão em casa, ainda não sou experiente no ramo da padaria, mas acho que o pão fica suficientemente bom para evitar os pães comerciais. O problema dos pães comerciais? Considero-os demasiado processados, pois a maioria dos que dizem ser integrais não o são e apenas tem uma pequena percentagem de cereais inteiros, ou têm uma lista interminável de aditivos alimentares como conservantes, emulsionantes, monoglicerídeos e diglicerídeos, lecitinas, entre outros. A receita que vos apresento hoje é de um pão 100% trigo integral, levemente ajustado deste blog.

Se já estão habituados a trabalhar com farinhas integrais sabem que a estrutura final deste pão não vai ser exatamente igual à dos pães brancos, este pão vai ser um pouco mais denso. Isto acontece porque a farinha de trigo integral tem menos glúten, que consequentemente vai deixar a massa menos elástica, fazendo com que o pão cresça menos e fique mais denso. Para resolver este problema, e se quiser manter o pão 100% integral, uma boa ideia é adicionar um pouco de glúten. Sinceramente, eu não adiciono, não me importo se o pão estiver menos fofo, porque esta receita faz um pão bastante saboroso. Outra forma de tornar o pão menos denso é adicionar farinha normal, se optar por este método comece com uma proporção de 50-50 para cada farinha, e vá testando até descobrir qual a proporção que mais lhe agrada. Também é muito importante amassar bem a massa, mas não demais (porque se não o glúten fica muito “tenso” e menos elástico), deixar levedar o tempo suficiente (num local não muito frio, para a levedura atuar), por isso é importante seguir bem a receita. Tenho verificado que fazer pão também depende da nossa experiência e paciência, pois sempre que faço o pão fica mais alto, menos denso e mais saboroso, por isso se a primeira vez não correr bem, não é um motivo para desistirem. Brevemente vou testar com farinhas diferentes, prometo partilhar os resultados!

Pão de trigo integral

1 ¼ chávenas de água morna (não pode estar muito quente, porque se estiver vai matar a levedura)
2 colheres de azeite
¼ chávena de mel ou melaço, açúcar puro de cana (amarelo)…
3 ¼ chávenas de farinha de trigo integral
3-4 colheres de sopa de sementes (como sésamo, girassol, papoila…)
1 colher de sopa de glúten de trigo (opcional)
1 ½ colheres de chá de sal marinho
1 ½ colheres de chá de fermento de padeiro

Numa taça ou bacia grande, misture a farinha, sementes, glúten, sal e fermento. Numa outra taça, misture o óleo, a água e adoçante, e adicione esta mistura líquida, à farinha, deitando um pouco a pouco e mexendo sempre até formar uma bola homogénea com a massa.
Transfira a massa para uma superfície enfarinhada e amasse-a, adicionando mais farinha sempre que necessário. Deve amassar cerca de 10 minutos. Para verificar que a massa ficou bem amassada, espete um dedo na superfície da massa e retire, se o buraco da perfuração fechar, a massa já está pronta a levedar, se o buraco se mantiver, amasse mais um pouco. (Para aqueles que nunca amassaram pão, recomendo que vejam este vídeo.)

Depois de a massa ter sido amassada, coloque-a numa tigela untada, cubra com um pano e deixe crescer até dobrar de volume, cerca de 1 a 1 hora e meia.
Depois da massa ter crescido, coloque-a de novo na superfície enfarinhada e sove-a. Neste procedimento, a massa vai diminuir de tamanho porque vai perder o ar acumulado. Por isso molde-a de forma a que ela caiba numa forma (untada) de 11 por 18cm (aproximadamente), e deixe a massa crescer de novo, mais 1 a 1 hora e meia.

Antes de ir ao forno, pode decorar o pão com mais sementes, mas para isso espalhe um pouco de azeite antes de as adicionar. Leve a massa ao forno, a uma temperatura de 190ºC, e deixe cozer durante cerca de 30 a 35 minutos. Retire o pão do forno, remova-o da forma e deixe arrefecer.

English version

Recently I started making my own bread at home, I’m still quite inexperienced in bread baking, but I think the bread doesn’t turn out that bad, good enough for me to not buy commercial breads. The problem with commercial breads? I consider them too processed, have a small percentage of whole grains, and most of the times they have a long list of additives such as preservatives, emulsifiers, monoglycerides and diglycerides, lecithin, among others. The recipe I am presenting today is a 100% whole wheat bread, slightly changed from this one.

If you are used to bake with whole wheat flour you will know that the bread will be more dense than the usual white bread. This is because white flour has more gluten than whole wheat flour, which will make less elastic dough, and consequently the bread will grow less. To solve this problem, keeping the recipe 100% whole wheat, maybe it’s a good idea to add a bit of gluten flour. (I didn’t add it, because this recipe makes a very tasty bread, and I don’t mind if it’s a little bit dense).

Whole wheat bread

1 ¼ cups warm water (not too hot, or you will kill the yeast)
2 tablespoons olive oil
¼ cup of honey, molasses, pure sugar cane …
3 ¼ cups whole wheat flour
3-4 tablespoons of seeds (sesame, sunflower, poppy …)
1 tablespoon of wheat gluten (optional)
1 ½ teaspoons sea salt
1 ½ teaspoons instant yeast

In a large bowl, combine flour, seeds, gluten, salt and yeast. In another bowl, mix oil, water and sweetener, and add gradually this liquid mixture to the flour mixture, stirring frequently until you have homogeneous dough that holds together.
Transfer the dough into a floured surface and knead it about 10 minutes, adding more flour whenever necessary. To see if the dough is well knead, give the dough ball a firm poke with your finger. If the indentation fills back quickly, you’re good to go. If it stays looking like a deep dimple, continue kneading.
Place the dough in a greased bowl, cover, and let rise until doubled in volume, about 1 to 1 ½ hours.
After the bread dough has grown, put it back on a floured surface and punch it. In this procedure, the mass will decrease in size because it will lose the accumulated air. Mold so that it fits in a 9 by 5 inch form (greased), and leave the dough to rise again, more 1-1 ½ hours.
Before baking, you can decorate the bread with more seeds, but spread a little bit of olive oil on the surface of the dough before adding them. Take the dough in the oven at a temperature of 190ºC (375ºF), and bake for about 30-35 minutes. Remove the bread from the oven, remove it from the pan and let cool.

About these ads

19 comments

  1. olá Márica,

    que bom que te iniciaste no mundo da padaria :) não é um caminho fácil mas do qual não vais querer sair! Quando se começa a comer pãozinho feito por nós não se consegue voltar a comer o comercial.
    Um grande beijinho, boa sorte!

    Sara

  2. Que ótimas explicações para fazer um pão caseiro delicioso e puro! Eu tenho máquina de pão e de vez em quando faço, mas nunca o fiz 100% integral. Cada vez me convenço que o nosso tipo de alimentação nos torna muito mais autonomos, podemos fazer tudo em casa a partir da matéria prima.
    Estou tentada a experimentar um dia destes fazer pão com fermentação natural, como por exemplo este aqui:

    http://come-se.blogspot.pt/2012/07/pao-do-zero-com-fermento-natural-levain.html

    Mudando de assunto, achei este video interessante: como fazer óleo de coco em casa:

    Penso que vou experimentar um dia destes!
    Beijinho

    1. Não há problema, adorei o vídeo :)
      E fazes muito bem em experimentar fazer esse pão sem fermento, já tinha lido um pouco sobre ele e aparentemente esse tipo de fermentação faz com que se eliminem todos os fitatos do trigo… Aparenta ser um bocadinho mais trabalhoso mas um dia destes vou experimentar!
      Obrigada pelo teu comentário, beijinho

    1. Às vezes utilizo uma mistura de açúcar amarelo (ou mascavado) com melaço ou só o mel. O açúcar e o mel não alteraram muito o resultado final do pão, é indiferente a utilização de um ou outro. Já o melaço tem um sabor e uma cor bastante característica, o que pode alterar e fazer-se notar no pão. Sugiro que sendo a primeira vez que está a fazer esta receita, experimente talvez com o açúcar que tiver por casa, e depois, se gostar, tente o melaço ou o mel.

      1. Finalmente fiz o pão este fds e ficou óptimo. Como adoçante usei apenas açúcar mascavado. Na próxima fornada foi experimentar com melaço.
        Muito obrigado por partilhares estas receitas.

  3. Bom dia Márcia, provavelmente será uma pergunta idiota mas… faz ideia se esta receita resulta na máquina do pão? digo isto porque nunca me dei muito bem com “amassos” e na máquina corre sempre bem. :) obrigada

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s