Virtual Vegan Potluck

Welcome everyone to my main course dish of the Virtual Vegan Potluck! Today I’m sharing my latest discovery: “Farrotto”, made with sweet and tender butternut squash cubes, chewy farro and cruchy hazelnuts.

“Farrotto” with butternut squash and toasted hazelnuts
Serves 2

½ cup farro (or spelt berries, it’s basically the same), uncooked
½ onion
1 garlic clove
1 tablespoon olive oil
¼ cup white wine (make sure it’s vegan or skip it! I used homemade wine from my grandparents vineyard)
2 cups water
2 cups butternut squash cubes (aproximately 1/4 to 1/2 a whole squash)
¼ teaspoon white pepper
Sea salt, fresh thyme and nutmeg (optional)
½ cup of hazelnuts (cut into halves or quarters)

Add olive oil to a pan, add minced garlic and onion. Sauté for a few minutes until tender, stirring frequently. Combine the 1/2 cup of farro to the sauté onions and stir in wine, cook for a few minutes until the wine evaporates. Add 1/2 cup of water and let it cook until the liquid is nearly absorbed. Then add more 1 cup of water. Farro should could about 25 minutes before this next step. When the liquid is almost absorbed again, stir in remaining 1/2 cup water, butternut squash cubes, fresh thyme, salt, and pepper. Cover, reduce heat, and simmer for 20 to 30 minutes, stirring occasionally.
Toast hazelnuts in a dry skillet on high heat for a few minutes. Serve them on top of the “farrotto”, and garnish with freshly cracked nutmeg and more thyme leaves.

.

.

.

.

.

.

Can’t wait to see the other participants recipes!

Versão em Português

Hoje escrevi uma receita especialmente para o Virtual Vegan Potluck, que é uma partilha de receitas online sincronizada de forma a que todos partilhem ao mesmo tempo o seu post (e de todos os cantos do mundo, quase!), e de um modo organizado, pois se repararem acima tem dois botões que servirão para circular de receita em receita (para trás e para a frente), sem nunca perder a corrente (esperamos). Todas as receitas são veganas, pois hoje é o dia mundial dos veganos (para além de ser o Dia de Todos os Santos em Portugal, onde se espera um maravilhoso feriado chuvoso). Se quiserem saber mais sobre este evento, vejam esta página.

A receita que hoje apresento é uma espécie de risotto (sem os derivados de lacticínios), mas desta vez também sem arroz. Sim, sem arroz, só porque gosto de experimentar outros grãos. Mas é claro que também podem fazer a receita com arroz arborio, ou até cevada (eu gosto da textura de cevada nestes pratos). Também utilizei abóbora manteiga (abóbora menina), pois é a época dela, e não me podia parecer uma melhor utilização, senão num risotto, com a textura peculiar da espelta  e avelãs crocantes.

Nota: Aproveitem o melhor desta estação! Por favor comprem um saco de avelãs com casca e descasquem-nas vocês com um martelo ou um quebra-nozes. Vão notar a diferença!

“Risotto” de espelta com abóbora-menina e avelãs tostadas
Serve 2 pessoas

½ chávena de espelta em grão (pode ser demolhado durante algumas horas e se possível aproveitem essa água)
½ cebola
1 dente de alho
1 colher de sopa de azeite de oliva
¼ chávena de vinho branco (certifiquem-se que não contém produtos de origem animal, pois atualmente a maioria dos vinhos é tratado. Eu utilizei vinho caseiro da quinta dos meus avós, por isso não vos sei recomendar nenhuma marca)
2 chávenas de água
2 chávenas de cubos de abóbora-menina (aproximadamente ¼ a ½ abóbora inteira)
¼ colher de chá de pimenta branca moída
Sal marinho, tomilho fresco e noz-moscada (opcional)
½ chávena de avelãs (cortadas em metades ou quartos)

Aqueça o azeite em lume médio numa panela, adicione o alho e cebola picados. Refogue alguns minutos até a cebola ficar completamente translucida, e vá mexendo frequentemente o estrugido. Junte a ½ chávena de espelta, mexa e de seguida junte também o vinho. Deixe ferver durante alguns até o vinho evaporar. Adicione ½ chávena de água e deixe cozinhar até o líquido ser quase absorvido. Em seguida, adicione mais 1 chávena de água (dividida). A espelta deve ter cozido uns 25 minutos até o próximo passo. Assim que o líquido começar a desaparecer novamente, junte a última ½ chávena de água, a abóbora-menina em cubos, tomilho fresco, sal e pimenta. Cubra a panela, reduza o lume e cozinhe mais uns 20 a 30 minutos, mexendo ocasionalmente.
Toste as avelãs numa frigideira seca em lume alto durante alguns minutos. Cubra o “risotto” com as avelãs torradinhas, e aromatize o prato com noz-moscada acabadinha de moer e mais tomilho fresco picado.