Arroz malandro com feijão frade

arroz malandro

Depois de tacos mexicanos reinventados, hambúrgueres que nada têm a haver com os americanos, e comida indiana, achei que faltava um prato principal com as minhas origens por aqui. Desculpem-me se por vezes me deixo levar pelo entusiasmo do diferente, mas é-me difícil associar a comida com que fui criada ao vegetarianismo, e por isso procuro inspirações de outras cozinhas. No entanto, o arrozinho malandro que a minha mãe faz, é daquelas receitas que sempre me ficará na memória.

Habitualmente o arroz malando é feito com feijão vermelho, mas como aqui por casa há quem não goste de feijão vermelho (não me perguntem como é possível estas pessoas gostarem de todos os tipos de feijão, mas embirrarem com este). E é por isso que aqui por casa se faz com feijão frade. No entanto, sintam-se à vontade de fazer com o feijão que preferirem. Aqui por casa, também juntamos alguns grelos (de nabo) à panela, até porque já estão a acabar no quintal, e há que aproveitar os verdes da estação. Mais uma vez, sintam-se à vontade de utilizar outro tipo de vegetais de folha verde.

E sabe bem voltar às origens. Principalmente quando vemos que este prato, com ingredientes tão humildes, mas de cariz nutricional nobre, concentra tanto sabor.

Grelos // Feijão
Arroz malandro com feijão frade e grelos
Serve 2 a 3 pessoas

Azeite
1/2 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 tomate pequeno maduro pelado (enlatado, fresco, como preferirem, eu utilizo congelados do verão passado)
1/2 chávena de arroz (eu utlizei integral, mas podem utilizar arroz agulha, para se assemelhar mais a uma versão tradicional)
2 chávenas de água
1 1/2 chávenas de feijão frade cozido (ou uma lata média)
Um molho de grelos lavados e preparados
Sal

Salteie o alho e cebola picados no azeite aquecido. Junte o tomate, e assim que ficar reduzido a molho, junte também o arroz e a água. Deixe cozer uns 15 a 20 minutos e junte o feijão. Assim que voltar a ferver junte os grelos, e deixe cozer mais alguns minutos. Geralmente o arroz integral leva cerca de 35 minutos a cozer, se utilizarem um arroz de cozedura mais rápida, adaptem esta receita para esse tipo de arroz.

Sugestão: Acompanhem este prato com uma boa broa de milho!

Arroz malandro

Recipe in English

Portuguese rice stew with black eyed peas and turnip greens
Serves 2-3

olive oil
1/2 onion, chopped
2 garlic cloves, minced
1 small ripe tomatoes, peeled
1/2 cup rice (I used brown)
2 cups water
1 1/2 cups cooked black eyed peas
Some turnip greens, washed and prepared
Salt

Sauté the chopped onion and garlic in olive oil. Stir in the tomato. Once the tomato is reduced to sauce, add rice and water. Cook about 15 to 20 minutes and add black eyed peas. Once it starts to boil add turnip greens, and cook a few minutes more. Generally brown rice takes about 35 minutes to cook, if using a different kind of rice, adapt this recipe for that type of rice.

9 comments

  1. Olá Márcia!
    Adoro este tipo de arroz malandrinho.
    Faz lembrar comidas de outros tempos, de pessoas simples, comida de conforto e da alma.
    Do campo e de quem o cultiva. Tão bom.
    A minha avó faz muitas vezes, mas com feijão encarnado e agora é tão bom aproveitar os grelos!! Hoje vou fazer um arrozinho de grelos bem malandro para o jantar.
    Nem precisa de carne a acompanhar :)
    Um beijinho.

  2. Ola, Marcia!
    Acabei de descobrir seu blog por meio do papacapim. Suas receitas são fabulosas e me conquistaram!
    Essa receita parece aquele tipo reconfortante para dias frios! E como eu amo feijão!! =)
    Aqui no Rio de Janeiro, onde eu moro, acho que ele se chamaria “Arroz maluco com feijão fradinho”…
    Logo que possível testarei a receita!
    Sucesso com o blog!
    Bjs

  3. Não tenho grelos. Vou substituir por couves de Bruxelas.
    Não tenho tomate. Vou substituir por polpa.
    Obrigado pela inspiração, pois vou experimentar jááááá´!!!!!!!!!!!!
    Bjs

  4. O meu almoço de hoje :)
    Feito ontem, porque almoço no trabalho, mas provei ontem à noite e estava divinal! Com nabiça couve, hmmm!
    E hoje como está um dia mais fresco, acho que ‘vai cair que nem ginja’ eheh ;)
    Beijinho

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>