Search Results for: tarte

Tarte de doce de leite e chocolate

Acho que nesta receita as fotografias falam por si mas, se a colocarem em prática, podem contar com uma sobremesa sumptuosa onde os sabores tostados e textura viscosa do doce de leite se funde com a ganache cremosa, balanceando-se as texturas com o toque final crocante dos amendoins tostados.


Para quem não está tão familiarizado com o doce de leite, trata-se de um molho de caramelo cremoso, tradicionalmente feito com leite e açúcar, cozido lentamente durante 7 horas. Mas calma, a receita que hoje vos partilho não requer que mexam ou vigiem uma panela durante todo este tempo! Nada disso. Neste método, o tempo de preparação e a atenção exigida são mínimos. O único passo para a sua elaboração é o cozimento de uma lata (fechada) de leite condensado durante umas 3 a 4 horas numa panela de água!

Mas, antes de passarmos ao método e aos seus cuidados, porquê doce de leite (ou leite condensado cozido)? Apenas porque se trata de uma forma fácil de obter um molho de caramelo incrivelmente cremoso. O cozimento do leite condensado vai levar ao desenvolvimento das reações de Maillard, originando o aroma e sabor ricos e intensos que lhes são característicos (e não propriamente devido às reações de caramelização, que ocorrem a temperaturas na ordem dos 160-204 °C, mas que também são responsáveis pela formação de novos compostos de aroma delicioso). Estas reações, iniciadas pelo aumento da temperatura (tão baixa quanto o ponto de ebulição da água), ocorrem entre um aminoácido e alguns tipos de açúcares e, após uma série de etapas, originam compostos responsáveis pela coloração acastanhada nos alimentos, aroma agradável, e o sabor característico tostado e intenso.


O resultado final é o doce de leite, de sabor complexo e de consistência viscosa e cremosa ao mesmo tempo, que resulta bem com fruta, adicionado à maioria das sobremesas, mas que combina especialmente bem com café, chocolate, e até mesmo com sal.

Relativamente ao método para a elaboração do doce de leite, já referi que apenas coloco a lata fechada a cozer em água durante algumas horas. Existem outros métodos, mas tenho alguma preferência por este, pois para além da facilidade do processo, que requer o mínimo de tempo de preparação e atenção, este método assegura bons resultados porque a lata, uma vez fechada, previne a evaporação do leite condensado, resultando numa textura mais cremosa (quase como um pudim). Outros métodos, como o cozimento do leite condensado no micro-ondas, ou em banho-maria num frasco ou, no forno, levam à evaporação do leite condensado, o que poderá traduzir-se em resultados menos satisfatórios.


(mais…)

Tarte de tomate-cereja e húmus


Gostava de vos ter trazido novidades mais cedo, mas as circunstâncias mudaram desde as últimas publicações, e admito que tive dificuldade em manter este hábito diário de organizar as ideias de receitas, colocá-las em prática e passá-las até vocês. Agradeço a quem teve a preocupação de enviar mensagens e e-mails neste período, e a quem ajudou a manter o blog ativo, através das visitas, partilhas, comentários e partilha dos resultados de receitas que foram colocando em prática.
Posto isto, achei que estava na altura de recomeçar a página, e dar-vos a novidade de que está prevista em outubro a publicação do livro de receitas que partiu deste projeto!


Agora, passando à descrição da receita. A receita partiu de uma ideia que ficou por concretizar durante o planeamento de um workshop. E ficou guardada até bem recentemente, quando o início da época do tomate pareceu justificar colocar, finalmente, a ideia em prática.

Não estimem a complexidade da receita pelo tamanho do procedimento. O único passo mais crítico é apenas o manuseamento da massa filo, para quem não está familiarizado com a sua utilização. Neste caso, poderá encontrar uma sugestão para manter a hidratação da massa no procedimento.
Utilizei apenas ½ pacote de uma embalagem de 120g de massa filo mas, para esta quantidade de recheio, poderiam ser utilizados 100 a 120g, para obter uma base mais consistente. Ainda sobre a massa filo, como depois de confecionada tende a ficar menos estaladiça com o passar do tempo, sugiro que a tarte seja imediatamente servida.

A pensar na massa filo crocante, o recheio tinha de ser cremoso e saboroso, e por isso utilizei o húmus de leve sabor a citrinos, coberto de tomates-cereja que rebentam na boca de sabor, e alguns pinhões tostados que também fornecem alguma textura à tarte, e conservam o sabor amargo característico dos frutos gordos. Os pinhões podem ser omitidos ou, substituídos por azeitonas cortadas ou frutos gordos do vosso gosto.


(mais…)

Tarte de limão

Limoeiro
Recentemente recebi a sugestão de uma leitora da página de partilhar sobremesas mais frescas. Imediatamente verifiquei a inexistência de sobremesas nesta página com lima ou limão, ou sobremesas que utilizassem principalmente frutas. Admito que gosto muito mais de sobremesas ricas, com chocolate, mas depois de ter posto esta tarte em prática, achei que talvez fosse igualmente tentadora, e mais adequada para a estação que se aproxima.

Tarte de limão5.1
Aproveitei as receitas de outras tartes que já vos partilhei para fazer a base, por isso, esta não será uma novidade nesta receita. O recheio, por sua vez, é uma deliciosa combinação de sabores doce e amargo, de aromas frescos do limão, e com uma boa consistência devido à utilização do amido de milho e leite de coco.

Tarte de limão6.2
Não resisti em juntar amêndoas e coco laminados, para um toque crocante, mas são opcionais. Para os leitores mais audazes na cozinha vegetariana, sugiro que experimentem também finalizar a tarte com um merengue de aquafaba, para um resultado final com um aspeto para lá de fantástico, e capaz de surpreender os mais sépticos da culinária vegetariana. Ou, se gostam da ideia de uma sobremesa mais fresca, porque não, acompanhar a tarte de uma bola de gelado de baunilha e umas folhas de menta?
As sugestões de apresentação desta receita podem ser várias, mas prometo que a base da tarte e o recheio simples são, por si só, deliciosos.

Tarte de limão9
(mais…)