Pratos principais & Acompanhamento

Massa com feijão branco, tomate e beringela

One pot pasta9.1
As próximas publicações no blog serão receitas básicas que servirão para a elaboração de uma ementa vegetariana, que vou partilhar convosco em breve.
Sobre esta receita… A partir do conceito da “one pot pasta”, onde se aproveita a própria panela do cozimento da massa para a incorporação de outros ingredientes, criei uma refeição em 20 minutos, que recorre apenas a uma panela, e a um número mínimo de procedimentos.
Admito que não é a melhor receita de massa, nem é, tão pouco, a forma mais correcta de a preparar, mas esta é incrivelmente conveniente. E, como as ervas aromáticas e os vegetais são colocados ao mesmo tempo que a massa, esta até fica com o sabor dos sucos dos vegetais, embora a textura acabe por ficar mais amolecida.

One pot pasta10
Nesta receita incorporei vegetais como o tomate, o pimento, a beringela e a rúcula, mas podem substituir por outros. Brócolos com cogumelos e tomate também resultam bem, assim como ervilhas de quebrar, favas ou espargos, que abundam durante este mês.
Também podem fazer esta receita com massa em formatos diferentes. Eu gosto das conchas com o feijão e os tomates cereja cortados em metades ou quartos, mas também podem optar por espargete, hélices ou linguine.

One pot pasta8One pot pasta1.1
(mais…)

Hambúrgueres de lentilhas e cogumelos com salada de pimento e tomate assados

Na semana passada tirei uns dias para conhecer algumas praias no sul do nosso Portugal. Passei pelo Portinho da Arrábida, e fiquei uns dias em Vila Nova de Milfontes, onde aproveitei para fazer o Percurso dos Pescadores da Rota Vicentina, conhecer Porto Covo, e as fabulosas praias desta zona.

portinho da arrábida
montagem
porto covo4

Mas, passando agora à receita… Já não partilhava receitas de hambúrgueres nesta página há uns bons meses. Achei que, por um lado, seria difícil variar muito do que já vos tinha partilhado, e por outro, já encontram facilmente imensas receitas deliciosas online, e, provavelmente não iria acrescentar nada de novo. Mas, achei esta combinação entre os sabores mediterrâneos da salada, o cogumelo grelhado e hambúrgueres, interessante. Um prato que quase nos remete para o verão pelos seus ingredientes e sabores, mas não deixa de saber bem e de ser facilmente reproduzido em qualquer altura do ano.

Hambúrguer de lentilhas11
A receita da massa de hambúrguer é bastante simples, e espero que não fiquem assustados com a quantidade de ingredientes… Admito que às vezes deixo-me levar um bocadinho na adição de condimentos, e para dar sabor às lentilhas, sal e pimenta preta não bastavam, (embora aconselhe sempre a tentarem adaptar as minhas receitas com os ingredientes que dispõe em casa!), e juntei também orégãos, salsa fresca, alho, cebola e coentros em pó, que acho que ficam particularmente bem com lentilhas.
Na massa, também junto amendoins moídos e sementes de linhaça para manter o hambúrguer mais coeso, em vez de juntar farinha, ou pão ralado.

molho2
A salada de pimento e tomate assados fazem a vez de um topping, uma ideia que surgiu na última viagem, enquanto preparava uma salsa de tomate e abacate. Assar os vegetais permite torná-los mais tenros, que achei que resultaria melhor servido com este hambúrguer. Envolvi os vegetais num molho com alguns sabores mediterrâneos, com orégãos, salsa, azeitonas, tomate seco e algumas especiarias embebidas no azeite.
Servi os hambúrgueres de lentilhas num cogumelo Portobello, uma ideia que achei interessante para dar continuidade à ideia da própria massa do mesmo, que contém cogumelos, e, para servir como base do hambúrguer.
Por fim, acompanhei os hambúrgueres de batatas assadas com tomilho, mas podem substituir por uma fatia de pão (fica uma “open-faced sandwich”) ou uma colher de servir de arroz, ou outro tipo de acompanhamento à vossa escolha.

Hambúrguer de lentilhas5
(mais…)

Salada de cenoura e algas, com molho de gengibre e lima

Tradução por: Marta Silva

Recentemente, foi sugerido na secção dos comentários que partilhasse receitas com algas, mais especificamente com wakame. Assim, quis deixar-vos com algumas dicas culinárias para a preparação e confeção das algas que se encontram mais frequentemente nos mercados, e, claro, algumas considerações nutricionais acerca do seu consumo.

carrot arame salad with tofu, broccoli and brown rice bowl4
As algas, do grupo taxonómico Algae, apresentam uma grande diversidade de organismos, no que diz respeito à morfologia, grau de complexidade, e tamanho, e, podem ser divididas em macro e microalgas. São várias as suas aplicações, desde a extração de compostos como a carragenana e alginato, que exibem propriedades espessantes, gelificantes e estabilizantes de suspensões e emulsões, à utilização como biofertilizantes, bioindicadores, e claro, na alimentação, no estado minimamente processado.
Apesar da abundância de algas na costa portuguesa, o uso destas na alimentação não tem grande tradição em Portugal, exceto para algumas comunidades costeiras nos Açores.

Mas o interesse na utilização de algas na alimentação está a aumentar devido ao reconhecimento do seu valor nutricional, e conteúdo em minerais, oligoelementos, e até de ácidos gordos ómega 3.

arame carrot salad6
(mais…)