Salada de grão-de-bico, courgette e cenoura com molho de tahini / Chickpea, zucchini and carrot salad with tahini sauce

Este fim-de-semana fui fazer um piquenique com a minha família nos interiores de Portugal, e descobrimos um cantinho perfeito junto ao Rio Sousa na Senhora do Salto. Pensei em fazer uma salada com grão-de-bico, porque é uma das minhas leguminosas de eleição em saladas, e resolvi utilizar cenoura e courgette que neste momento abundam no nosso quintal. Tenho utilizado estes dois vegetais também noutras receitas, como soba noodles com cenoura e courgette cortados em Juliana com alga arame e tofu com molho de soja, que pensei em publicar cá, mas não sei se valerá a pena, o que acham?

Prosseguindo com esta receita, achei que grão com uns vegetais cortados de uma forma diferente obviamente não seria suficiente, e faltava algo que os ligasse, por isso lembrei-me do molho de tahini. O tahini é pasta de sésamo, feita de sementes de sésamo granuladas (inteiras ou não, mas prefiram inteiras), e tem a sua origem no médio oriente. Não subestimem esta pasta, porque apenas uma colher de sopa tem 3g de proteína, 15% da dose diária de Cálcio e 17% da dose diária de Ferro, ainda há quem acredite que uma dieta vegetariana não é completa?

Salada de grão-de-bico, courgette e cenoura com molho de tahini

Serve 2 pessoas como prato principal

1 courgette pequena (ou ½ de uma média)
1 cenoura
1 chávena de grão-de-bico (ou uma lata média)
1 colher de sopa de cebolinho cortado grosseiramente
2 colheres de sopa de sementes de sésamo

Molho de tahini
1 colher de sopa de tahini (procurem tahini feito de sementes inteiras, se não disser na embalagem basta ver pela cor, característicamente têm uma cor bastante escura)
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de sumo de limão fresco
¼ colher de chá de gengibre seco moído
Uma pitada de pimenta branca e sal marinho a gosto

Para preparar a courgette e a cenoura: Lave ambos os vegetais, descasque a cenoura, e corte ambos ao meio. Com o auxílio de um descascador de vegetais longitudinalmente, passe o descascador pela parte cortada da cenoura, de forma a formar uma fita de espessura muito fina, tal como demonstrado na fotografia. Repita este procedimento inúmeras vezes com a restante cenoura e courgette.

Para preparar o molho de tahini, junte todos os ingredientes desta receita numa taça pequena e misture bem. Se achar que o molho está muito grosso para o seu gosto pode adicionar uma colherzinha de azeite ou água (se não quiser adicionar mais gordura).

Coloque as fitas de legumes numa taça e junte o grão-de-bico e o molho de tahini. Misture bem o molho para amolecer os vegetais. Sirva e guarneça com sementes de sésamo levemente tostadas e cebolinho fresco.

English version

This weekend I went for a picnic with my family in the beautiful and quiet rural areas of Portugal, and found a perfect place to lunch just next to Sousa River. I thought of making a fresh salad, with chickpeas, that are one of my favorite legumes to use in salads, and decided to also add carrots and zucchini because they abound in my backyard.

Legumes and vegetables cut in ribbons didn’t seem to make a complete salad, so I thought of adding my simple tahini sauce. Do not underestimate this seed paste, because only a tablespoon has 3g of protein, 15% of the daily value of calcium and 17% DV of iron!

Chickpea, zucchini and carrot salad with tahini sauce

Serves 2 as a main dish

1 small zucchini
1 carrot
1 cup garbanzo beans
1 tablespoon chopped fresh chives
2 tablespoons sesame seeds

Tahini sauce
1 tablespoon tahini (made from whole seeds)
2 tablespoons olive oil
1 tablespoon fresh lemon juice
¼ teaspoon dried ground ginger
A pinch of white pepper and sea salt

To prepare the zucchini and carrot: Wash both vegetables, peel the carrot and cut it in half. With a vegetable peeler, shave both vegetables lengthwise into long, wide strips.

To prepare the tahini sauce, combine all the ingredients of this recipe in a small bowl.

Place the vegetable ribbons in a plate, add the chickpeas and tahini sauce. Combine everything, garnish with lightly toasted sesame seeds and fresh chives, and serve.

Panquecas com molho de mirtilos / Pancakes with blueberry sauce

Geralmente os meus pequenos-almoços são rápidos, porque logo de manhã não tenho tanta paciência para cozinhar e gosto de preparar algo rápido, por isso esta refeição é quase sempre composta por frutas, sementes e oleaginosas, leite vegetal e flocos de cereais completos como aveia. Depois de pensar no dia livre que tinha pela frente, mentalizei-me que tinha de fazer as panquecas, e decidi arriscar e experimentar. De facto surpreenderam-me pela sua simplicidade. Estas panquecas são macias, apesar de ter utilizado farinhas integrais, e o molho completa as panquecas, adoçando-as e tornando-as mais saborosas e interessantes.

Panquecas com molho de mirtilos

Serve 2 pessoas, faz cerca de 8 panquecas

1 chávena de farinha (utilizei uma mistura de espelta e farinha de trigo integral)
1 chávena de leite vegetal
1 colher de sopa de vinagre
2 colheres de sopa de óleo vegetal (eu utilizei de coco)
1 ovo de linhaça (misture numa taça pequena 1 colher de sopa de sementes de linhaça moídas + 3 colheres de sopa de água), considero isto opcional porque já vi muitas receitas na internet veganas sem linhaça, apenas utilizei para a massa ficar mais coesa
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de fermento em pó
½ colher de chá de sal marinho

Juntar todos os ingredientes, envolvendo-os suavemente, mas sem mexer demasiado a massa (porque senão as panquecas vão ficar mais densas).  Deixe a massa repousar cerca de 10 minutos.

Unte a sertã, não é necessária muita gordura, só um pouco para as panquecas não se colarem, e com uma pá medidora de ¼ de chávena (ou uma colher grande de servir), coloque a massa na sertã e deixe fritar desse lado cerca de 3 minutos, até ficar levemente dourado a parte inferior, e a parte superior com bolinhas de ar. Vire a panqueca e deixe cozinhar mais uns 2 minutos.

Sirva um fio de mel (ou o tradicional maple syrup se tiverem), fruta fresca ou a minha sugestão: molho de mirtilos.

Molho de mirtilos

1 chávena de mirtilos
2 colheres de sopa de água
1 colher de sopa de mel ou outro adoçante líquido ou sólido
1 colher de sopa de sumo de limão (acabado de espremer)

Coloque todos os ingredientes numa panela pequena e deixe cozinhar cerca de 8 minutos, até obter um molho aveludado. Com esta preparação ainda vai sentir a pele e a forma dos mirtilos, mas se quiser obter um molho com uma consistência mais semelhante à de uma compota, deixe ferver durante mais uns 5 ou 10 minutos.

 

English version

Usually I don’t have the patience to prepare elaborated breakfasts, and end up eating something fast to prepare like rolled whole grains with fruit, nuts and seeds, and non-dairy milk. Now that I am on holidays, I thought of making something different for breakfast, and decided to make some pancakes, since I actually never had made any in my life. In fact they surprised me by its simplicity, because they didn’t seem to be hard-working at all. Also, these pancakes are fluffy, despite using whole grain flour, and the sauce complements them, adding some sweetness and making them more tasty and interesting.

Pancakes with blueberry sauce

Serves 2, makes about 8 pancakes

1 cup flour (I used a mixture of spelt and whole wheat flour)
1 cup non-dairy milk
1 tablespoon apple cider vinegar
2 tablespoons vegetable oil (I used coconut oil)
1 flaxseed “egg” (in a small bowl mix 1 tablespoon of ground flaxseed + 3 tablespoons water), I consider this optional because I have seen many vegan pancake recipes without flaxseed, and it seemed to work
1 tablespoon raw cane sugar (or other sweetener of your choice)
1 tablespoon baking powder
½ teaspoon of sea salt

Sift flour, baking powder and salt into a medium bowl. In another bowl, whisk together the milk, vinegar, flax egg, sugar and oil with a fork. Form a well in the center of the dry ingredients and pour in the wet ingredients. Stir gently and try to not overmix the batter. Let the batter sit for 10 minutes.

Heat heavy based non-stick fry pan, (slightly greased if necessary). Pour ¼ cup of batter onto the pan and cook the pancake for about 3 minutes, until the bottom of the pancake is golden brown and little bubbles start to form on top. Flip the pancake and cook for another 2 minutes.

Serve your whole grain pancakes with fresh fruit, drizzled honey or maple syrup, or why not try them with my blueberry sauce?

Blueberry Sauce

1 cup of blueberries
2 tablespoons water
2 tablespoon of honey (or other sweetener)
1 tablespoon of lemon juice
A dash of freshly ground nutmeg

Place all ingredients in a small saucepan and cook for about 8 minutes. If you want a sauce with a more jam-like consistency, let the sauce simmer more 5 to 10 minutes.

Mini “cheesecakes” veganos de Physalis / Mini Physalis “cheesecakes”

Hoje apresento-vos a receita de mini “cheesecakes” de Physalis, que curiosamente são veganos porque não utilizo queijo mas sim caju, (talvez neste caso o nome correto fosse “cashewcakes”? :p), também utilizo apenas ingredientes naturais e como não são cozinhados esta receita é também crudívora. Para além dos benefícios já esperados por consumir alimentos crus, eu adoro fazer estas experiências de sobremesas crudívoras no Verão porque são frescas, muito simples e porque não requerem tempos de cozedura nem muita atenção, e acabam por ficar sempre bem.

Geralmente os cheesecakes são feitos em formas de fundo removível, mas como eu não tenho nenhuma pensei em colocá-los em formas de queques, e assim surgiu esta ideia de fazer “cheesecakes” individuais. Quanto à ideia de utilizar Physalis (fisális), aproveitei este fruto porque felizmente tenho uma arvorezinha destas bagas douradas em casa, mas atualmente não é muito difícil encontrá-las em feiras e nos supermercados. Se não tiverem acesso a estas bagas, utilizem outros frutos como morangos, framboesas, mirtilos, pêssegos (só para citar alguns dos meus preferidos) e outros frutos da época.

Mini “cheesecakes” veganos de Physalis

Base
2 chávenas de amêndoas (também misturei nozes e avelãs, podem utilizar os vossos frutos secos preferidos)
½ chávena de tâmaras (se estiverem muito secas demolhe-as durante 1 ou 2 horas)
¼ colher de chá de sal marinho
Recheio
1 ½ chávenas de cajus, demolhados durante a noite (mínimo: 4h)
1/3 chávena de óleo de coco não refinado, derretido
¼ chávena (4 colheres de sopa) de xarope de agave ou mel
¼ chávena de água
Sumo de metade de um limão
½ chávena de Physalis (ou outros frutos da estação ou se não quiserem utilizar frutas, adicionem mais sumo de limão)

Junte num processador de alimentos as amêndoas, as tâmaras (demolhadas ou não) e o sal marinho e triture até a massa ficar bem moída. Deve testar a massa para verificar a consistência, isto é, pegue num pouco de massa com a mão e pressione com o dedo indicador e o polegar, se a massa se mantiver unida está pronta, se não, deve juntar mais tâmaras para ligar melhor a massa. Divida a mistura um 10 formas para queques (são cerca de 3 a 4 colheres de sopa por forma) e esmague a massa de cada uma das formas, de forma a que cubra o fundo e as paredes, tal como na fotografia. Caso não tenham formas para queques, utilizem uma forma de fundo removível de aproximadamente 20cm, mas recomendo que façam metade da receita da base.
Misture no processador de alimentos, todos os ingredientes da receita do recheio. Triture, vá provando e ajuste a quantidade de adoçante e limão a gosto. O recheio deve ficar suave e homogéneo.
Distribua o recheio nas formas até as preencher, e passe uma espátula para alisar a superfície dos mini “cheesecakes”. Coloque as formas no congelador até solidificar, cerca de 1h.
Retire do congelador, e passe uma faca à volta da forma, os “cheesecakes” devem sair facilmente, deixe à temperatura ambiente mais 5 a 10 minutos e sirva acompanhado de frutas frescas da época.

English version

Today I present the recipe for mini Physalis  “cheesecakes”, that curiously are vegan because they are made of cashews  instead of cheese, (perhaps in this case the correct name should be “cashewcake“? :p),  and it’s raw and I love making raw desserts in the summer because they are fresh and very simple to make.

Usually cheesecakes are made in spring-form pans, but since I don’t have one, I had the idea of making individual “cheesecakes” in muffin pans. As for the idea of ​​using Physalis, I chose this fruit because fortunately I have a little tree of these golden berries at home, but currently it’s not very difficult to find them in local markets. If you do not have access to these berries, use other fruits such as strawberries, raspberries, blueberries, peaches (just to name a few of my favorite fruits) or choose other fruits in season.

Mini vegan Physalis “cheesecakes”

Crust
2 cups almonds (I also used some walnuts and hazelnuts, but you can use your favorite nuts)
½ cup of dates (if your dates are too dry soak them for 1 or 2 hours)
¼ teaspoon of sea salt
Filling
1 ½ cups cashews, soaked overnight (minimum 4 hours)
1/3 cup unrefined coconut oil, melted
¼ cup (4 tablespoons) agave nectar or honey
¼ cup water
Juice of half a lemon
½ cup of Physalis fruits (or other fruits in season or if you don’t want to use fruit, add more lemon juice)

Place the almonds, dates and sea salt in a food processor and blend until the dough is well grounded. To test the crust, press a bit of dough between your fingers, if the dough remains together it’s ok, if it doesn’t, add more one or two dates to the food processor and blend with the dough. Divide the mixture in 10 muffin pans (about 3-4 tablespoons of dough per pan) and press the dough with your fingers, covering the entire muffin pan. If you do not have muffin pans, use a regular 8 inch spring form, but you should make only half of the crust recipe.
Mix in the food processor all the ingredients of the filling. Grind, taste and adjust the amount of sweetener and lemon to taste.
Fill each crust and smooth with a spatula the surface of the mini “cheesecakes.” Place the muffin pans in the freezer until set, about 1 hour.
Remove them from the freezer and run a knife around each pan, your “cheesecakes” should come out easily. Leave them at room temperature more 5-10 minutes and serve with fresh fruit.