Agriões

Salada primaveril de favas, rabanetes, espargos e menta

Tento ter algum cuidado em publicar receitas que utilizem ingredientes sazonais, especialmente na primavera que é a época de vários vegetais verdes espectaculares: favas, ervilhas, ervilhas em vagem, espargos, alcachofras, curgete (…). E como a época de alguns destes vegetais às vezes é tão curta, procuro-os enquanto ainda são bons e frescos, e aproveito para fazer saladas deste género, que deixam os sabores e cores vibrantes destes vegetais ao natural, apenas acompanhadas de um pesto de menta para um sabor mais fresco, e que se aproxima a esta estação.

asparagus, radish mint salad2

Nesta receita, assei rabanetes, uma das minhas raízes preferidas, e que nesta altura é possível encontrar ainda mais frescos, e até com a rama! Temperei-os com sumo de limão, sal e pimenta preta e um pouco de azeite, e depois de assados ficaram tenros, mas ainda crocantes. Juntei-os aos espargos que foram levemente cozidos (para continuarem crocantes), à rúcula, aos agriões, pinhões e às leguminosas frescas (ervilhas e favas), tudo envolvido com umas colherzinhas do pesto de menta. O resultado final foi uma salada que também pode ser um prato principal, bastante aromática, com diferentes texturas e leve.

roasted radishes (mais…)

Sopa de miso

Noutros tempos, passei horas a pesquisar receitas em sites internacionais, e encontrava frequentemente alguns obstáculos que me impediam de poder experimentar algumas receitas. Às vezes podia ser o método culinário, outras vezes, algum ingrediente em específico que eu não conhecia. E, muitas vezes, esse ingrediente era o miso (ou missô).
Na altura nem sabia para que servia, nem o que era, e muito menos onde o poderia comprar. Mas tive de ceder à curiosidade depois de ver tantos caldos, sopas e molhos com este ingrediente, que me pareciam apelativos, e pelo gosto da descoberta de novos sabores.
sopa de miso
Talvez também já tenha acontecido convosco, porque de facto o miso (ou missô) é um ingrediente pouco usado na cultura ocidental. Trata-se de um produto fermentado à base de soja ou cereais, e é utilizado como condimento na culinária japonesa.
O miso tem um sabor tipicamente salgado, mas pode variar muito consoante algumas alterações nos processos de fermentação (nomeadamente a sua duração e tipo de fungos utilizados), e os ingredientes utilizados. Desta forma, podemos encontrar nos mercados o miso de cor branca, geralmente mais doce e suave, que se adapta melhor a várias confeções, ou de cor avermelhada, de sabor mais pungente e salgado. Pode ser encontrado em lojas ditas de produtos naturais, ou em lojas de produtos orientais.
Relativamente ao seu conteúdo nutricional, pode variar consoante os ingredientes utilizados, e como não é utilizado em grande quantidade, a sua contribuição a nível de macronutrientes não é significativa numa refeição normal. No entanto, saliento que é muito rico em sódio. Algumas variedades de miso contém mais sódio do que outras, mas caso faça uma sopa destas, o melhor é deixar o sal de lado. Uma colher de sopa de miso pode conter em média 550mg de sódio, o que representa 1/3 das recomendações da OMS para ingestão diária de sódio!
A nível nutricional pode também ser uma fonte de probióticos, assim como o tempeh, dado que se tratam de produtos fermentados.
sopa de miso4
Por fim, a receita que vos partilho hoje é uma sopa de miso muito simples, por isso, algas, cenoura cortada em juliana, couve lombarda, outras variedades de cogumelos, e pimentão-doce, são alguns ingredientes que podem juntar para a enriquecer ainda mais! (mais…)

Salada de quinoa com espargos e folhas verdes // Quinoa asparagus salad with leafy greens

Quintal
Aqui por casa, a Primavera ainda não trouxe nenhum ingrediente novo, e por isso aguardamos pacientemente a chegada das cebolas, rabanetes, beterrabas, feijão verde, e outros vegetais. E temos de contar, claro, com as comuns alfaces e espinafres que abundam quase todo o ano. Esta falta de novos ingredientes restringe um pouco a inspiração para novas receitas aqui para o blog, mas não é por isso que deixo de publicar receitas com ingredientes da estação. E a receita de hoje utiliza espargos, que apesar de disponíveis quase todo o ano, têm o seu ponto alto na primavera. De sabor suave, e aspecto único, utilizo-os principalmente em salteados e saladas mornas, deste género.

Espargos / Avelãs (mais…)