azeite

Bolo de banana e aveia coberto de frutos secos

banana bread
Depois da fase intensa de estudo, chegou o descanso merecido. E este fim-de-semana aproveitei para recuperar energias e afastar-me da rotina e das horas sentada a ler e captar tudo aquilo que não tinha estudado durante o semestre. Estava na altura de fazer um bolo. Como não tinha ideias para um bolo diferente, adaptei uma das minhas receitas preferidas, um bolo de banana. Juntei-lhe uma cobertura de nozes, amêndoas, sementes e aveia, uma mistura crocante que parece granola. Que também pode ser adicionada à massa. Desta vez também juntei farinha de aveia, que acabou por deixar a massa um pouco mais densa, e por isso é opcional, e podem optar por juntar farinha de trigo integral, ou outra.
Espero que gostem da sugestão apesar de não ser algo completamente novo por aqui. E em breve, vou trazer-vos novidades, entre elas alguns projetos novos no blog, e quem sabe não ofereça alguma coisa também?
Mas para já vou enroscar-me nos cobertores, beber o rooibos com amêndoa e gengibre, comer uma fatia deste bolo, e retomar o livro que tinha parado antes do estudo, ao som da chuva que insiste em cair por estes lados.
banana bread
(mais…)

Salada morna outonal com batata doce assada e grão-de-bico crocante

Roasted chickpea sweet potato salad
Depois de alguns azares na cozinha, bastante reflexão no assunto, e agora de espírito novamente erguido, retomei às aventuras culinárias com coragem. E numa ode ao Outono, idealizei uma salada cujos tons e sabores reflectissem toda a sua essência, com alguns dos meus ingredientes preferidos.
A batata-doce não poderia faltar, pois apesar de a encontrarmos praticamente todo o ano à venda, o Outono é a estação em que realmente achamos as mais saborosas. E teria de ser assada, para ser mais reconfortante. Para juntar alguma proteína à salada escolhi o grão-de-bico, que também passou pelo forno, (uma nova receita que aprendi recentemente, e que o tornou no novo must-have de qualquer salada morna). Mas teve um tempero à medida, especiarias bem quentes como cominhos e cayenne, e para aligeirar um molho de limão. Por fim, as minhas saladas-refeição têm sempre algum vegetal de folha verde, e desta vez foram os espinafres.
Para quem tem o hábito de levar marmita para o trabalho ou faculdade, esta é a minha sugestão, pois é saborosa fria ou morna, de fácil execução e nutricionalmente interessante, para além de levar consigo todo o espírito da estação num prato.
Roasted chickpea sweet potato salad 3
(mais…)

Pasta de beringela – Baba ghanoush

baba ghanoush

Novamente a viajar através da culinária, trouxe-vos uma pasta de beringela, o baba ghanoush. No médio oriente, assume também outros nomes, como mutabbal. Os ingredientes utilizados nesta preparação são essencialmente a beringela assada, alho, cebola, azeite, tahini, sal, sumo de limão, mas também podem ser adicionados outros ingredientes conforme a tradição da região e o gosto. É geralmente servido com pão da região, e pode ser visto como uma entrada, ou até como acompanhamento. Acredito que a existência desta pasta tão popular na zona do Mediterrâneo se deva à abundância deste fruto no Verão e início do Outono. E torna-se interessante verificar a quantidade de pratos semelhantes a este numa área geográfica que vai desde o Egipto, percorrendo a costa Mediterrânica, até chegar à Grécia e encontrar a melitzanosalata.

Nutricionalmente, a beringela pode ser interessante em regimes de perda de peso, pois em 100g deste fruto, apenas aporta 24kcal. Sendo basicamente constituída por água e fibra. Contém também compostos fenólicos, que são possivelmente a causa do ligeiro sabor amargo da beringela.

Referência: http://www.whfoods.com/genpage.php?tname=foodspice&dbid=22

beringela (mais…)