Grão-de-bico

Um convite à conversa, com tapas

vegan tapas
Uma das memórias que conservo de quando era miúda, é a de adorar aquelas festas de domingo à tarde com a família, em que havia um pouco de tudo à mesa. Sentava-me à beira dos adultos e petiscava tudo o que podia, ou pedia à minha mãe para me servir. Eram sempre pratos sem nexo, com elementos que sozinhos eram saborosos, mas no geral não fazia qualquer sentido aquela combinação no prato de plástico, com bolachas e rissóis e folhados, broa e queijo.
Recentemente, experimentei fazer tapenade, uma pasta de azeitona, que apesar de já ter provado várias vezes, nunca tinha surgido a oportunidade de fazer. Nesse mesmo dia a minha mãe também fez umas saladas simples, e havia queijo de caju no frigorífico. Juntei todos esses pratos na mesa, e servi com broa. Não estava propriamente na altura de almoçarmos. Na verdade, o almoço ainda estava a ser feito, mas adorei ver a minha família a parar por momentos para petiscar azeitonas com queijo de caju, broa com tapenade, e salada de grão. Por momentos senti reviver um pouco aquela união que a comida pode trazer, que por vezes carece de preconceito, e onde apenas o sabor e a simplicidade importam, ao lado de uma boa companhia.
tapanade + cashew cheeseEstas são algumas das entradas mais simples que gosto de fazer: tapenade (pasta de azeitona) com queijo de caju e um bom pão, pimentos assados em azeite, vinagre e ervas aromáticas, amêndoas picantes, grão-de-bico com cebola e salsa, bem Português, a transbordar de azeite.
(mais…)

Quiche de cebola caramelizada

Sei que melhores dias virão, e, talvez, quando o sol brilhar, o tempo aquecer, e as tardes se prolongarem, virá a vontade de dar um passeio pela praia, fazer um almoço entre amigos ao ar livre, ou um piquenique com o céu verde coberto de árvores numa manta de retalhos. Enquanto o tempo ainda não permitir, não se preocupem, eu já pensei na merenda.

quiche

Aproveitei este mês, numa semana de pausa das aulas, e fui conhecer o Gerês. Ficamos numa pequena casinha em pedra, num parque de campismo, no meio de uma serra de floresta densa. Fiquei a conhecer as maiores cascatas de água deste parque natural, os miradouros turísticos, os vales, e as colinas em pedra. Aproveitei o ar puro, e silêncio inquietante da noite, e as paisagens que pareciam nunca deixar de surpreender. E experimentei tirar fotografias que não fossem comida. (Tenho de melhorar este aspecto)

Resolvi levar alguma comida feita por mim, e entre a fruta e saladas no saco da merenda, levei umas quiches individuais, muito parecidas com as que vos partilho hoje.

geres (mais…)

Sandes de grão e abacate

Mashed chickpea avocado sandwich
Penso que já repeti isto, mas acredito sinceramente que as melhores receitas podem ser as mais simples. Uma salada fresca temperada com um molho avinagrado, um estufado de legumes quentinho, ou uma sandes de rúcula e hummus na lancheira. Há qualquer coisa na simplicidade que nos faz apreciar pequenos detalhes de uma forma diferente. E acredito que se aplique a tudo. Para quê complicar quando devemos deixar brilhar o essencial?
Na alimentação também vejo as coisas desta forma. Apesar de condimentar os pratos ou apresenta-los de determinada forma, tento mostrar o essencial, ou seja, o sabor e a nutrição. E procuro deixar transparecer isso por aqui, para relembrar o que é verdadeiramente relevante. Não vai ser o aspecto do prato, os ingredientes da marca x ou y, nem nenhum pretensiosismo, mas apenas a receita e a qualidade dos nossos ingredientes.
Hoje vamos ficar-nos pela sandes de grão e abacate. É bem simples, nem requer o processador de alimentos. É nutritiva, (sabiam que o abacate era rico em gorduras monossaturadas? Aquelas que descem o “mau colesterol”, como as do azeite…). Ah, e o sabor… Bem, basta dar uma olhada nos ingredientes.
Mashed chickpea avocado sandwich
(mais…)