Limão

Estufado de feijão branco com “requeijão”

Estufado de feijão branco10
O Inverno ainda se faz sentir, por isso achei que um último estufado, uma última taça desta “comida de conforto”, ainda fizesse sentido.
O estufado que vos partilho hoje não é muito diferente da sopa “Minestrone”, uma sopa de nome elaborado, mas de sabores e ingredientes simples como feijão, legumes e hortaliças, envoltos num molho rico de tomate, ervas aromáticas e limão. Esta receita continua a ser uma inspiração transversal para muitas receitas de estufados que coloco em prática no dia-a-dia, tal como esta.
Estufado de feijão branco8
Servi o estufado de feijão branco com um “requeijão” de tofu, uma pasta que verdadeiramente nada tem a haver com o original, mas que pode ser um substituto interessante em receitas que o exigem, nomeadamente no recheio de massas ou vegetais, numa lasanha, a acompanhar saladas, ou, pode ser usado simplesmente para barrar no pão. Para dar mais sabor a esta pasta, tentei ser generosa na quantidade de ervas aromáticas e temperos, e até adicionei uns pinhões esquecidos das festividades, que cortaram um sabor ligeiramente amargo, característico do tofu. Aconselho-vos a adequar a receita ao vosso gosto, e jogar com as especiarias e ervas aromáticas que tiverem disponíveis. Se não quiserem utilizar o tofu, aconselho-vos a dar uma olhada nesta receita da Joana Alves, e esta, da Joana Limão.

Por fim, servi o estufado em taças individuais, guarnecido com umas colherzinhas de chá de molho pesto caseiro, uma colher (cheia) do “requeijão”, e algumas folhas de rúcula. O molho pesto é perfeitamente dispensável, mas pelo menos algumas folhas de manjericão picado, ou outras ervas aromáticas frescas, ficam sempre bem.
Estufado de feijão branco2
(mais…)

Arroz selvagem com algas tostadas e tofu

À procura de um molho de gengibre no motor de pesquisa, encontrei uma receita minha que tinha ficado esquecida nos arquivos de 2012. Até gostava bastante desta receita, mas entretanto deixei de a fazer, mas fiquei com vontade de repetir o molho assim que o vi, e quem sabe voltar a partilhá-lo. E a oportunidade de o divulgar novamente surgiu quando descobri esta forma de preparar algas.

wild rice with seaweed and tofu1
Vou ser sincera, eu não sei cozinhar algas, mas já há bastante tempo que tento incorporá-las na minha alimentação. Imaginei que alguns de vocês também tivessem as mesmas dúvidas, por isso procurava há já bastante tempo uma forma revolucionária de as confeccionar. Infelizmente, como podem ver, não fui eu que inventei algas tostadas, e a ideia partiu do fantástico blog 101 cookbooks da Heidi Swanson.

Antes de pôr em prática este prato, tostei uma mistura de algas para saladas, que continha as algas Dulse, Nori e Wakame. Tostei-as no forno durante alguns minutos. Assim que as removi do forno, inspeccionei-as, e apenas me pareceram mais douradas. Decidi provar uns bocadinhos das algas já previamente partidas. Estava com receio que o sabor fosse demasiado forte, a mar, e de não conseguir comer. Mas fiquei imediatamente rendida ao toque crocante destas algas e comi logo uma mão cheia, quase como se fosse um snack. É claro que o sabor é bastante forte para quem não está habituado, e a quantidade de sódio mensurável, mas a textura e o sabor são fantásticos nestes pedacinhos crocantes de vegetais do mar.
Depressa estas algas crocantes se tornaram o meu novo condimento preferido em saladas, pois só alguns flocos são capazes de encher de sabor um prato simples de vegetais mais insípidos.

wild rice with seaweed and tofu4
Voltando à receita que vos trago hoje… Conjuga o sabor característico do arroz selvagem, gengibre, limão, o sabor a mar das algas, a frescura dos coentros, e os amendoins, que ainda contribuem com um toque crocante. Para equilibrar esta explosão de sabores e texturas até juntei o tofu (também o elemento proteico desta refeição vegetariana), que apesar de não ter grande sabor, é capaz de absorver os sabores dos outros elementos, e tem uma textura suave, que contrasta com a textura do arroz selvagem solto, das algas crocantes, e dos amendoins tostados.

wild rice with seaweed and tofu2 (mais…)

5 bebidas para o Verão

Espero que estejam a aproveitar as vossas férias desse lado! E aposto que já pensaram em bebidas e batidos para hidratar nestes dias quentes… Pois bem, desta vez partilho-vos um artigo inteiramente dedicado a esse tema, onde poderão encontrar algumas dicas para melhorarem as vossas bebidas este verão, como a adição de frutas geladas para uma melhor consistência dos batidos, ou adição de frutos silvestres congelados, em vez de cubos de gelo. Espero que gostem!

Açaí cacao smootie
– Batido de cacau e açaí
Batidos com sabor a chocolate são sem dúvida os meus preferidos, mas gosto de os enriquecer com ingredientes nutritivos, mas que também contribuam para um sabor rico e uma consistência cremosa. Nesta receita juntei ½ banana congelada, mas, para cortar o sabor desta fruta, juntei o açaí congelado, que descobri que complementa bem o sabor mais amargo do cacau. O que resultou num batido que é um autêntico boom de antioxidantes e sabor!
Caso não consigam encontrar açaí, podem sempre substituir por ½ chávena de mirtilos congelados, ou outras bagas.

Ingredientes:
2 colheres de sopa de cacau
½ banana
100g de açaí congelado
½ chávena de bebida de amêndoa, ou outra

Prepare a banana e corte em fatias. Coloque todos os ingredientes no liquidificador, e triture até obter um batido cremoso. Se necessário, adicione mais bebida de amêndoa.

strawberry lemonade01
– Limonada de morango, menta e stevia
Nesta receita, fugi à tradicional limonada e tentei reduzir o conteúdo em açúcares, mas ao mesmo tempo dar-lhe mais sabor. Juntei morangos e menta, que contribuem com um óptimo sabor e aroma fresco. Para adoçar, para além dos morangos maduros, pode também juntar folhas de stevia, que depois de trituradas dão um sabor ligeiramente mais doce à bebida. Só recentemente é que descobri esta utilidade para a planta de stevia, que até agora não tinha servido nem para adoçar chás (porque as folhas têm de ser esmagadas), ou bolos (porque se as reduzirmos a pó persistem em tingir os doces de verde), para além de ocupar espaço no meu canto das aromáticas. Descobrir que podia juntar stevia a par de outras ervas aromáticas, como menta, em bebidas, foi provavelmente das melhores ideias que tive para bebidas este Verão, e não podia deixar de partilhar convosco.

Ingredientes:
1 chávena de morangos
2 chávenas de água
1 colher de sopa de sumo de limão
4-5 folhas de stevia (opcional)
2-3 folhas de menta

Prepare os morangos e corte-os em cubos. Coloque todos os ingredientes no liquidificador, e triture. Se necessário, adicione mais água, e ajuste a doçura a gosto. Sirva com cubos de gelo, fatias de morangos e de limão, e folhas de menta.

frozen berries1
tea and berries1
– Chá gelado com frutos silvestres
Até durante o verão gosto de beber chá ou infusões, mas tenho por hábito arrefecê-las antes de beber, e juntar outros sabores. Se por acaso fizer rooibos, gosto de adicionar canela e uma rodela de laranja, e se for de camomila, gosto da rodela de limão a perfumar a infusão ou gengibre. Mas por vezes também procuro sabores mais frescos, e pensei em juntar frutos silvestres congelados. Foi uma óptima solução porque para além de refrescarem o meu chá como cubos de gelo, também juntam alguma doçura e aroma.

2 chávenas da sua infusão ou chá preferido
½ chávena de frutos silvestres congelados
Rodelas de limão e folhas de menta a gosto

Arrefeça o chá ou infusão. Junte os restantes ingredientes.

green trpical smoothie1
– Batido verde com manga
Esta é uma das minhas receitas preferidas de batidos, e faz um óptimo pequeno-almoço! Junto legumes verdes como os espinafres, fruta, probióticos, gorduras saudáveis das sementes de chia, e uma proteína de qualidade (que é opcional, para quem tiver).

Ingredientes:
½ chávena de espinafres frescos
½ chávena de iogurte
½ chávena de manga congelada
½ banana congelada
1 colher de sopa de sementes de chia
2 colheres de sopa cheias (20g) de proteína vegetal (opcional)

Prepare as frutas e legumes. Coloque todos os ingredientes no liquidificador, e triture. Se necessário, adicione mais bebida.

papaya passion fruit smoothie
Batido de papaia e maracujá
Durante esta semana começaram a aparecer os primeiros maracujás no nosso quintal, e tinha de experimentar fazer um sumo com estes pequenos frutos curiosos. Afinal, não é a melhor forma de os aproveitar? Juntei uma papaia madura congelada ao sumo de maracujá, e resultou num batido cremoso e de sabor tropical!

Ingredientes:
½ papaia, congelada
Sumo de 10 maracujás
Bebida de amêndoa ou outra a gosto

Prepare a papaia no dia anterior e congele-a. No dia seguinte, prepare os maraujás, retirando-lhe a polpa, e coando-a, de forma a separar o sumo e as sementes. Coloque o sumo e a papaia no liquidificador, e triture. Se necessário, adicione mais bebida para ficar mais líquido.