Massa

Pasta alla norma (massa com beringela salteada e molho de tomate)

Esta semana deixo-vos uma das formas de preparar beringela que mais aprecio, a pasta alla norma. Trata-se de um prato siciliano de massa, envolvida em molho de tomate, beringela salteada, e tradicionalmente guarnecido com salada de requeijão.

A receita, como poderão constatar, é muito simples na sua preparação e no número de ingredientes. Mas a riqueza do seu sabor é admirável e, a meu ver, resulta do facto de a beringela ser lentamente salteada num azeite de qualidade até formar uma superfície caramelizada e um interior macio. Se saltear o vegetal em lume alto, rapidamente, poderá notar que se desenvolve uma superfície acastanhada precocemente, antes do interior estar tenro e macio .


Depois de preparar a beringela, algumas variações da receita sugerem adicioná-la ao tomate maduro antes da sua redução em molho, enquanto outras apenas a servem no final, aquando do empratamento. A maioria sugere servir a beringela em cubos, mas algumas servem-na em rodelas. E há uma versão da Chef Sara Jenkins disponível na Saveur que, inclusivamente, em vez de saltear a beringela, ou de a fritar imersa em óleo, assa-la no forno bem envolvida em azeite e a uma temperatura consideravelmente elevada. Caso tenham interesse em experimentar esta versão, basta levar a beringela cortada em cubos condimentada com azeite, sal e pimenta, ao forno a 250°C durante 15 a 20 minutos até desenvolver uma superfície caramelizada, devendo ser virada ocasionalmente para não secar.
A forma de preparar esta receita que vos deixo é a versão que sinceramente mais me agradou até agora, por não cozer excessivamente a beringela, não exagerar na quantidade de azeite adicionado e cujo procedimento revelou ser o mais simples.

Apesar da beringela ser a estrela do prato, é o molho de tomate que liga os vários elementos e dá corpo à receita. Na receita que vos deixo abaixo, podem encontrar um molho rico, aromatizado com azeite, alho e manjericão. E, nesta altura do ano, até consegui incorporar alguns dos últimos tomates da nossa horta. Impossível não aproveitar os últimos tomates que realmente sabem a tomate! No entanto, de forma a poderem por em prática a receita durante todo o ano, na descrição, deixo-vos a indicação para utilizarem tomate pelado enlatado ou, igual quantidade de tomate fresco maduro.

Relativamente à qualidade da massa, utilizem aquela que gostarem, podendo ser esparguete, hélices, cotovelos, de trigo integral… Tenham apenas o cuidado de a cozer até estar al dente para depois ser envolvida no molho de tomate. Nesta receita resolvi experimentar estas hélices de grão-de-bico, porque quis ver como é que se portava uma massa à base de leguminosas nesta receita. O resultado foi satisfatório (o molho, inclusivamente, sobrepôs-se ao sabor ligeiramente amargo que acompanha a farinha de grão-de-bico) e revelou ser uma alternativa bastante saciante!

Por último, para guarnecer, é frequentemente adicionado requeijão. Para uma opção vegan, sugiro esta receita, de sabor salgado, que completamenta a beringela caramelizada e o molho de tomate rico.


(mais…)

Massa com feijão branco, tomate e beringela

One pot pasta9.1
As próximas publicações no blog serão receitas básicas que servirão para a elaboração de uma ementa vegetariana, que vou partilhar convosco em breve.
Sobre esta receita… A partir do conceito da “one pot pasta”, onde se aproveita a própria panela do cozimento da massa para a incorporação de outros ingredientes, criei uma refeição em 20 minutos, que recorre apenas a uma panela, e a um número mínimo de procedimentos.
Admito que não é a melhor receita de massa, nem é, tão pouco, a forma mais correcta de a preparar, mas esta é incrivelmente conveniente. E, como as ervas aromáticas e os vegetais são colocados ao mesmo tempo que a massa, esta até fica com o sabor dos sucos dos vegetais, embora a textura acabe por ficar mais amolecida.

One pot pasta10
Nesta receita incorporei vegetais como o tomate, o pimento, a beringela e a rúcula, mas podem substituir por outros. Brócolos com cogumelos e tomate também resultam bem, assim como ervilhas de quebrar, favas ou espargos, que abundam durante este mês.
Também podem fazer esta receita com massa em formatos diferentes. Eu gosto das conchas com o feijão e os tomates cereja cortados em metades ou quartos, mas também podem optar por espargete, hélices ou linguine.

One pot pasta8One pot pasta1.1
(mais…)

Almôndegas de lentilhas com molho de tomate

lentil balls1
Quem segue o blog há mais tempo sabe que eu adoro hambúrgueres de leguminosas, e até almôndegas, e tento sempre procurar outras formas de os tornar nutritivos e saborosos. Da última vez que fiz almôndegas, pensei numa forma diferente de ligar as leguminosas, que às vezes teimam em não ficar coesas o suficiente neste género de preparações. Juntar farinhas nunca foi uma opção, e geralmente até junto oleginosas moídas, ou sementes de linhaça moídas, mas desta vez juntei proteína. Foi esta proteína de cânhamo da Loja Vegetariana, mas outras variedades de proteína vegetal também ficam bem. Acabei por fazer umas fantásticas almôndegas de lentilhas, com um sabor ligeiramente apimentado das especiarias, mas com uma textura mais coesa, e um acréscimo no valor nutritivo!

Esta até poderia ser uma daquelas refeições que faço frequentemente, e geralmente até sirvo com um pouco de massa integral, e uma salada verde, e alguns legumes cozidos a vapor.

almondegas de lentilhas1
(mais…)