Orégãos

Pasta alla norma (massa com beringela salteada e molho de tomate)

Esta semana deixo-vos uma das formas de preparar beringela que mais aprecio, a pasta alla norma. Trata-se de um prato siciliano de massa, envolvida em molho de tomate, beringela salteada, e tradicionalmente guarnecido com salada de requeijão.

A receita, como poderão constatar, é muito simples na sua preparação e no número de ingredientes. Mas a riqueza do seu sabor é admirável e, a meu ver, resulta do facto de a beringela ser lentamente salteada num azeite de qualidade até formar uma superfície caramelizada e um interior macio. Se saltear o vegetal em lume alto, rapidamente, poderá notar que se desenvolve uma superfície acastanhada precocemente, antes do interior estar tenro e macio .


Depois de preparar a beringela, algumas variações da receita sugerem adicioná-la ao tomate maduro antes da sua redução em molho, enquanto outras apenas a servem no final, aquando do empratamento. A maioria sugere servir a beringela em cubos, mas algumas servem-na em rodelas. E há uma versão da Chef Sara Jenkins disponível na Saveur que, inclusivamente, em vez de saltear a beringela, ou de a fritar imersa em óleo, assa-la no forno bem envolvida em azeite e a uma temperatura consideravelmente elevada. Caso tenham interesse em experimentar esta versão, basta levar a beringela cortada em cubos condimentada com azeite, sal e pimenta, ao forno a 250°C durante 15 a 20 minutos até desenvolver uma superfície caramelizada, devendo ser virada ocasionalmente para não secar.
A forma de preparar esta receita que vos deixo é a versão que sinceramente mais me agradou até agora, por não cozer excessivamente a beringela, não exagerar na quantidade de azeite adicionado e cujo procedimento revelou ser o mais simples.

Apesar da beringela ser a estrela do prato, é o molho de tomate que liga os vários elementos e dá corpo à receita. Na receita que vos deixo abaixo, podem encontrar um molho rico, aromatizado com azeite, alho e manjericão. E, nesta altura do ano, até consegui incorporar alguns dos últimos tomates da nossa horta. Impossível não aproveitar os últimos tomates que realmente sabem a tomate! No entanto, de forma a poderem por em prática a receita durante todo o ano, na descrição, deixo-vos a indicação para utilizarem tomate pelado enlatado ou, igual quantidade de tomate fresco maduro.

Relativamente à qualidade da massa, utilizem aquela que gostarem, podendo ser esparguete, hélices, cotovelos, de trigo integral… Tenham apenas o cuidado de a cozer até estar al dente para depois ser envolvida no molho de tomate. Nesta receita resolvi experimentar estas hélices de grão-de-bico, porque quis ver como é que se portava uma massa à base de leguminosas nesta receita. O resultado foi satisfatório (o molho, inclusivamente, sobrepôs-se ao sabor ligeiramente amargo que acompanha a farinha de grão-de-bico) e revelou ser uma alternativa bastante saciante!

Por último, para guarnecer, é frequentemente adicionado requeijão. Para uma opção vegan, sugiro esta receita, de sabor salgado, que completamenta a beringela caramelizada e o molho de tomate rico.


(mais…)

Salada mediterrânica de grão-de-bico com “feta” de tofu


Aproveitando alguns dos melhores ingredientes da estação que está agora a chegar ao fim, hoje partilho-vos uma salada de tomate, pepino e grão-de-bico, generosamente aromatizada com manjericão, e que incluí uma forma diferente de preparar tofu.
Nesta receita, o tofu é apenas marinado em azeite, ervas aromáticas secas, alho esmagado e pimenta preta em grão. Como beneficia do facto de se tratar de um alimento pré-preparado, após absorver o sabor da marinada durante algumas horas, pode ser adicionado a saladas, ou outros pratos.
A ideia de servir o tofu preparado desta forma surgiu depois de receber alguns pedidos de sugestões de marmitas vegetarianas que não necessitassem de ser aquecidas. E esta forma de preparação pode ser uma alternativa conveniente, apta a pratos frios, e que também favorece o tofu pela melhoria no sabor que é conseguida após algumas horas de marinada, que enriquece o seu sabor neutro. A textura firme do tofu e a sua aplicação numa salada fez-me lembrar o queijo feta, explicando o nome da receita, ainda que seja muito diferente em termos de complexidade de sabor e de textura…


Tal como referido anteriormente, o tofu depois de marinado pode ser adicionado a quaisquer saladas de verduras e legumes, com leguminosas ou cereais cozidos (aproveito para relembrar este guia para fazer saladas), mas deixo como exemplo esta salada muito, muito básica, de grão-de-bico, para se inspirarem. As porções desta salada possivelmente poderão não ser muito generosas para alguns. Nesse caso, podem juntar massa cozida (cotovelos, hélices ou macarronete, por exemplo) ou adaptar ao vosso gosto.


(mais…)

Hambúrgueres de lentilhas e cogumelos com salada de pimento e tomate assados

Na semana passada tirei uns dias para conhecer algumas praias no sul do nosso Portugal. Passei pelo Portinho da Arrábida, e fiquei uns dias em Vila Nova de Milfontes, onde aproveitei para fazer o Percurso dos Pescadores da Rota Vicentina, conhecer Porto Covo, e as fabulosas praias desta zona.

portinho da arrábida
montagem
porto covo4

Mas, passando agora à receita… Já não partilhava receitas de hambúrgueres nesta página há uns bons meses. Achei que, por um lado, seria difícil variar muito do que já vos tinha partilhado, e por outro, já encontram facilmente imensas receitas deliciosas online, e, provavelmente não iria acrescentar nada de novo. Mas, achei esta combinação entre os sabores mediterrâneos da salada, o cogumelo grelhado e hambúrgueres, interessante. Um prato que quase nos remete para o verão pelos seus ingredientes e sabores, mas não deixa de saber bem e de ser facilmente reproduzido em qualquer altura do ano.

Hambúrguer de lentilhas11
A receita da massa de hambúrguer é bastante simples, e espero que não fiquem assustados com a quantidade de ingredientes… Admito que às vezes deixo-me levar um bocadinho na adição de condimentos, e para dar sabor às lentilhas, sal e pimenta preta não bastavam, (embora aconselhe sempre a tentarem adaptar as minhas receitas com os ingredientes que dispõe em casa!), e juntei também orégãos, salsa fresca, alho, cebola e coentros em pó, que acho que ficam particularmente bem com lentilhas.
Na massa, também junto amendoins moídos e sementes de linhaça para manter o hambúrguer mais coeso, em vez de juntar farinha, ou pão ralado.

molho2
A salada de pimento e tomate assados fazem a vez de um topping, uma ideia que surgiu na última viagem, enquanto preparava uma salsa de tomate e abacate. Assar os vegetais permite torná-los mais tenros, que achei que resultaria melhor servido com este hambúrguer. Envolvi os vegetais num molho com alguns sabores mediterrâneos, com orégãos, salsa, azeitonas, tomate seco e algumas especiarias embebidas no azeite.
Servi os hambúrgueres de lentilhas num cogumelo Portobello, uma ideia que achei interessante para dar continuidade à ideia da própria massa do mesmo, que contém cogumelos, e, para servir como base do hambúrguer.
Por fim, acompanhei os hambúrgueres de batatas assadas com tomilho, mas podem substituir por uma fatia de pão (fica uma “open-faced sandwich”) ou uma colher de servir de arroz, ou outro tipo de acompanhamento à vossa escolha.

Hambúrguer de lentilhas5
(mais…)