Pêssego

Crepes integrais com pêssego e iogurte

Beach
Nestas últimas semanas ausentei-me um bocadinho do blogue para aproveitar o que restava das minhas férias de estudante, e fui conhecer um pouco da costa mediterrânica ocidental. Entre La Valletta, tão repleta de história, praias que pareciam pequenos pedaços do paraíso na Sicília, e o belíssimo e natural norte de Itália, trouxe comigo algumas influências da gastronomia mediterrânea, essencialmente italiana, que provavelmente vou partilhar convosco futuramente. Para já, continuo os próximos artigos com algumas ideias já planeadas, como estes crepes.
Peach yogurt crepes
Já há algum tempo que tinha prometido a mim mesma partilhar-vos uma receita de crepes. Decidi partilhar-vos a minha receita mais simples, com farinha de trigo integral, mas esta receita também funciona muito bem com farinha de espelta. Em breve vou também começar a experimentar com farinha de trigo-sarraceno para uma versão sem glúten, após alguns pedidos de receitas sem esta proteína.
Quanto a esta receita, aviso que a massa deste crepe tende a ser ligeiramente mais densa do que a dos crepes tradicionais, porque a farinha de trigo integral conserva algum do farelo e gérmen, deixando a massa dos crepes mais “pesada”. Por esta mesma razão, é mais difícil espalhar a massa, e por isso os crepes também tendem a ser ligeiramente menos finos. Acho que é uma questão facilmente ultrapassável, mas se preferirem podem substituir metade do volume de farinha integral por farinha branca para melhores resultados.
Peach yogurt crepes
Como também já estamos quase a chegar ao final do verão, decidi que seria a minha última receita com o meu fruto preferido, o pêssego. Mas se já estiverem a faltar por vossa casa, parece-me (segunda a minha última visita à quinta), que estão para vir umas maçãs bem suculentas em breve que também merecem algum protagonismo.
(mais…)

Novos hábitos

Muesli soaked in orange juice

Grata por haver um mês em que paramos do ritmo das aulas, dos transportes, e dos trabalhos, em que finalmente posso dedicar mais tempo à leitura, ao descanso, ao exercício físico, aos amigos e à família, mas também a este meu projecto. Aproveito para melhorar capacidades, como a cozinha, em que não perdi a oportunidade de me inscrever neste curso, e fazer aquilo que gosto. É assim que eu vejo as férias, como uma altura para descansar, viajar, mas também reflectir naquilo que fazemos, melhorar capacidades, investir em nós mesmos, e mudar hábitos, porque nem sempre temos tempo nos dias preenchidos pelo trabalho ou pela faculdade.

Com os dias maiores, tempo geralmente mais quente, quase não há desculpas para não aproveitar e dar uma caminhada ou corrida, fazer uns alongamentos ao ar livre, para iniciar a prática de exercício físico. E a alimentação? É o tempo perfeito para saladas, e a razão perfeita para aumentar a ingestão de legumes, e até de frutas frescas. Basta pensar um bocadinho na mudança, ganhar motivação, e prática diária vai criar hábitos saudáveis. No meu caso também foi assim, e até comecei pelo pequeno-almoço, que era habitualmente leite com cereais, (ou às vezes só leite). Depois de conhecer o muesli e a aveia acabei por mudar radicalmente os meus pequenos-almoços, e agora quase não consigo prescindir da minha aveia demolhada com frutos secos e sementes com leite ou iogurte vegetal e frutas. Já vos tinha apresentado esta sugestão para preparar a aveia, mas não poderia deixar de partilhar uma versão mais apelativa, e mais adequada à estação.

Deixo este desafio aos leitores que sentem que devem mudar a sua alimentação. Comecem por experimentar uma refeição ou outra diferente, mais pensada face às necessidades, objectivos e no bem-estar, e verão que a longo prazo poderá fazer parte de novos hábitos!

Muesli soaked in orange juice (mais…)

Tartes com sabor a verão

peaches
Suponho que alguns leitores não estejam muito satisfeitos com uma receita de sobremesa, e esperavam algo leve para esta altura, mas para mim o verão é a altura perfeita para fazer sobremesas, porque posso fazer tartes e bolos decorados com as minhas frutas preferidas, e fazer os gelados mais coloridos e de sabor mais fresco. Por falar em frutas preferidas, o pêssego é uma delas, o que faz com que ver pêssegos prontos a ser colhidos nos quintais da família seja uma verdadeira alegria , como aconteceu este mês. E é uma alegria ainda maior receber tantos pêssegos quanto um estômago consegue aguentar em poucas semanas, mas por isso, também se inventam receitas com eles, como esta.
coconut whipped cream tart2
Quanto à receita, é uma sobremesa fresca, e fica muito bem acompanhada das frutas desta estação como pêssegos e morangos, no recheio de creme de coco. Nas fotografias mais abaixo poderão ver a receita feita de duas formas, em tarte, decorada com pêssegos cortados em fatias, e em tarteletes, decoradas também com morangos laminados e inteiros. Pessoalmente gosto mais de servir em tarteletes esta receita, porque acho que a massa, que não tem muita gordura, resulta melhor. Ainda assim, podem experimentar fazer a tarte, e servir com pêssegos doces (preferencialmente um bocadinho durinhos mas maduros) cortados em fatias finas, e facilmente criar uma decoração diferente. Outras frutas também serão bem-vindas, e por isso fico à espera das vossas sugestões.
coconut whipped cream tart 1 (mais…)