Pimenta preta

Pickles “rápidos” de pepino e cebola

pickles1
A época das saladas foi oficialmente aberta no início do mês, quando finalmente a tímida primavera se apresentou. Comecei por fazer saladas com espinafres do nosso quintal, abacate, e alguns legumes assados, leguminosas, cuscuz ou quinoa, millet ou até mesmo arroz basmati, com especiarias simples, azeite, e sumo de limão para dar alguma acidez. Depressa me lembrei da minha forma preferida de adicionar alguma acidez a uma salada. Os pickles. Alimentos crus, crocantes, e ácidos, que transformam qualquer salada. No ano passado mencionei alguns dos benefícios dos pickles e alimentos fermentados para uma flora intestinal saudável, e partilhei uma forma de os fazer em casa. Desta vez vou partilhar algo um pouco diferente. Acredito que nem toda a gente tenha paciência para fazer pickles através da lacto-fermentação em casa e esperar quase uma semana, como no artigo que escrevi da última vez… Mas e se houvesse uma forma mais rápida e fácil de os fazer? De facto há, e por essa razão partilhei convosco esta receita de pickles de pepino que podem ser feitos de um dia para o outro, sem grande esforço, e ainda assim obter pickles saborosos!
cucumber pickles
(mais…)

Cacau quente com chai

Antes de iniciar o verdadeiro conteúdo desta publicação quero agradecer a todos pelas palavras fantásticas e inspiradoras que tenho recebido estes dias. É muito gratificante para mim ser elogiada pelo meu blog, e é, sem dúvida, a melhor forma de reconhecimento do trabalho de alguém. Também estou muito grata a todos os que responderam às últimas perguntas do último artigo, e me deram sugestões para 2014 e disseram que receitas tinham experimentado. Enche-me de motivação quando recebo feedbacks contempladores daquilo que vos partilho, e são estes pequenos gestos que me dão ainda mais força para continuar a evoluir.
Cocoa chai
Já há algum tempo atrás, numa altura em que senti “as minhas defesas” em baixo aventurei-me a fazer chai. Pensei que uma bebida tão rica em especiarias me poderia fazer sentir melhor. E adorei tudo nesta bebida, o aroma, o sabor forte, e aquela sensação “quentinha” das especiarias que a bebida deixa na garganta.
Entretanto achei que estava na altura de partilhar com vocês. Tornou-se A bebida do inverno.

Para quem não conhece, explico. O Chai é o chá na Índia. Mas o que vos partilho hoje é Masala Chai. Já tinha explicado que masala significa mistura de especiarias na Índia, portanto Masala Chai é basicamente uma bebida com chá preto, leite e imensas especiarias que conferem a cada bebida um sabor único. Esta bebida geralmente contém especiarias como canela, cardamomo, cravinho, gengibre, noz-moscada, pimenta-preta, sementes de funcho, entre outras. A mistura de especiarias pode variar muito, consoante os gostos e tradições, assim como a forma como o chai é confecionado.
Cocoa chai
Nota: Quem prefere abster-se da cafeína recomendo que escolha um chá preto sem cafeína.
E não achem estranha a adição de bebida vegetal o chai. Como adiciona alguma gordura, realça o aroma das especiarias, e torna a bebida mais densa. Eu utilizei bebida de soja.
Cocoa chai (mais…)

Um queijo diferente.

Como já devem ter reparado, aqui no blog nenhuma receita contém leite ou derivados, e portanto são isentas de lactose. Para além de achar interessante cozinhar segundo restrições (que é sempre um desafio), e as receitas serem ideais para muitos indivíduos que sofrem de alergias alimentares, a verdade é que simplesmente não publico aqui receitas com esses ingredientes por uma questão de coerência. Enquanto consumidora, procuro seguir fielmente os meus princípios de ética, e, por essa razão, raramente consumo leite ou derivados porque não acredito na atual indústria dessa área.

Já há alguns meses que pensava em explorar esta área dos “queijos falsos”, não para substituir o queijo em si, porque os resultados nunca são iguais, mas para colmatar um pouco o desejo, ter mais um creme para barrar, e uma receita interessante para os vegan.
Baseei-me completamente nesta receita do Vegetarian Times, que pretende recriar o queijo “de cabra”, mas com caju. Mais uma vez, os resultados fazem lembrar este tipo de queijo, mas não apresentam todas as características do original. A versão com caju até apresenta um sabor intenso, mas que pode ser alterado segundo as quantidades de sal e sumo de limão. Por fim, se experimentarem, recomendo que testem com diferentes sabores para além da pimenta preta, como colorau ou paprika, alecrim, piripiri, alho (…).

Queijo de caju // Cashew cheese (mais…)