Sementes de chia

5 bebidas para o Verão

Espero que estejam a aproveitar as vossas férias desse lado! E aposto que já pensaram em bebidas e batidos para hidratar nestes dias quentes… Pois bem, desta vez partilho-vos um artigo inteiramente dedicado a esse tema, onde poderão encontrar algumas dicas para melhorarem as vossas bebidas este verão, como a adição de frutas geladas para uma melhor consistência dos batidos, ou adição de frutos silvestres congelados, em vez de cubos de gelo. Espero que gostem!

Açaí cacao smootie
– Batido de cacau e açaí
Batidos com sabor a chocolate são sem dúvida os meus preferidos, mas gosto de os enriquecer com ingredientes nutritivos, mas que também contribuam para um sabor rico e uma consistência cremosa. Nesta receita juntei ½ banana congelada, mas, para cortar o sabor desta fruta, juntei o açaí congelado, que descobri que complementa bem o sabor mais amargo do cacau. O que resultou num batido que é um autêntico boom de antioxidantes e sabor!
Caso não consigam encontrar açaí, podem sempre substituir por ½ chávena de mirtilos congelados, ou outras bagas.

Ingredientes:
2 colheres de sopa de cacau
½ banana
100g de açaí congelado
½ chávena de bebida de amêndoa, ou outra

Prepare a banana e corte em fatias. Coloque todos os ingredientes no liquidificador, e triture até obter um batido cremoso. Se necessário, adicione mais bebida de amêndoa.

strawberry lemonade01
– Limonada de morango, menta e stevia
Nesta receita, fugi à tradicional limonada e tentei reduzir o conteúdo em açúcares, mas ao mesmo tempo dar-lhe mais sabor. Juntei morangos e menta, que contribuem com um óptimo sabor e aroma fresco. Para adoçar, para além dos morangos maduros, pode também juntar folhas de stevia, que depois de trituradas dão um sabor ligeiramente mais doce à bebida. Só recentemente é que descobri esta utilidade para a planta de stevia, que até agora não tinha servido nem para adoçar chás (porque as folhas têm de ser esmagadas), ou bolos (porque se as reduzirmos a pó persistem em tingir os doces de verde), para além de ocupar espaço no meu canto das aromáticas. Descobrir que podia juntar stevia a par de outras ervas aromáticas, como menta, em bebidas, foi provavelmente das melhores ideias que tive para bebidas este Verão, e não podia deixar de partilhar convosco.

Ingredientes:
1 chávena de morangos
2 chávenas de água
1 colher de sopa de sumo de limão
4-5 folhas de stevia (opcional)
2-3 folhas de menta

Prepare os morangos e corte-os em cubos. Coloque todos os ingredientes no liquidificador, e triture. Se necessário, adicione mais água, e ajuste a doçura a gosto. Sirva com cubos de gelo, fatias de morangos e de limão, e folhas de menta.

frozen berries1
tea and berries1
– Chá gelado com frutos silvestres
Até durante o verão gosto de beber chá ou infusões, mas tenho por hábito arrefecê-las antes de beber, e juntar outros sabores. Se por acaso fizer rooibos, gosto de adicionar canela e uma rodela de laranja, e se for de camomila, gosto da rodela de limão a perfumar a infusão ou gengibre. Mas por vezes também procuro sabores mais frescos, e pensei em juntar frutos silvestres congelados. Foi uma óptima solução porque para além de refrescarem o meu chá como cubos de gelo, também juntam alguma doçura e aroma.

2 chávenas da sua infusão ou chá preferido
½ chávena de frutos silvestres congelados
Rodelas de limão e folhas de menta a gosto

Arrefeça o chá ou infusão. Junte os restantes ingredientes.

green trpical smoothie1
– Batido verde com manga
Esta é uma das minhas receitas preferidas de batidos, e faz um óptimo pequeno-almoço! Junto legumes verdes como os espinafres, fruta, probióticos, gorduras saudáveis das sementes de chia, e uma proteína de qualidade (que é opcional, para quem tiver).

Ingredientes:
½ chávena de espinafres frescos
½ chávena de iogurte
½ chávena de manga congelada
½ banana congelada
1 colher de sopa de sementes de chia
2 colheres de sopa cheias (20g) de proteína vegetal (opcional)

Prepare as frutas e legumes. Coloque todos os ingredientes no liquidificador, e triture. Se necessário, adicione mais bebida.

papaya passion fruit smoothie
Batido de papaia e maracujá
Durante esta semana começaram a aparecer os primeiros maracujás no nosso quintal, e tinha de experimentar fazer um sumo com estes pequenos frutos curiosos. Afinal, não é a melhor forma de os aproveitar? Juntei uma papaia madura congelada ao sumo de maracujá, e resultou num batido cremoso e de sabor tropical!

Ingredientes:
½ papaia, congelada
Sumo de 10 maracujás
Bebida de amêndoa ou outra a gosto

Prepare a papaia no dia anterior e congele-a. No dia seguinte, prepare os maraujás, retirando-lhe a polpa, e coando-a, de forma a separar o sumo e as sementes. Coloque o sumo e a papaia no liquidificador, e triture. Se necessário, adicione mais bebida para ficar mais líquido.

Batido de morango, amora e iogurte

batido de amora, morango e iogurte
Ocasionalmente gosto de beber batidos de fruta e legumes, mas não são certamente um hábito regular por aqui. Mas quando faço, gosto de os enriquecer com iogurte e bebidas vegetais, frutas, legumes, sementes, aveia e frutos gordos. São bastante simples, e nem preciso de ter “super alimentos” para fazer uma refeição nutritiva e densa nutricionalmente.

Tenho alguma preguiça no que toca a fazer batidos (pfff, detesto lavar o liquidificador), mas acabam por ser de certa forma convenientes. Durante o verão a minha avó dá-me amoras do seu quintal, que eu congelo em casa para gastar em batidos durante os meses seguintes. O mesmo acontece com os espinafres por volta desta altura do ano. E, inclusivamente, até aproveito para juntar em saquinhos vegetais e fruta madura, cortadinhos, e congelo. Depois basta colocar directamente tudo no liquidificador, e assim perco menos tempo a preparar os vegetais e a fruta, em manhãs em que o tempo escasseia. E para além de ser mais rápido, até fica com uma consistência mais cremosa (quase como um gelado!), e com um sabor fresquinho, que começa a saber bem!
batido de amora, morango e iogurte1
Mas voltando a esta receita. Achei que seria uma boa altura para partilhar um batido, porque começam a aparecer por aqui um dos meus ingredientes preferidos em batidos: os morangos. Juntei-lhes também amoras que tinha congeladas, que vocês podem substituir por outra fruta (já experimentaram com manga, kiwi, ou papaia? Fica óptimo!). Gosto também de juntar um pouco de banana, iogurte (ou bebida vegetal), aveia em flocos grossos ou finos, e umas colheres de proteína vegetal para enriquecer o batido, e aumentar a ingestão proteica entre as refeições. Podem também juntar frutos gordos e sementes da vossa preferências em substituição da proteína, e decorar o batido com uma camada de iogurte e um pouco de granola, para o tornar mais guloso. (A dado ponto reparo que isto já não é bem um batido porque sabe bem é comido à colher!)

batido de amora, morango e iogurte5 (mais…)

Como fazer iogurte vegetal em casa

Iogurte de soja
Nunca fui fã de produtos alimentares destinados aos vegetarianos que copiavam produtos animais. Estou a referir-me aos enchidos, salsichas, hambúrgueres (…) disponíveis actualmente nos supermercados, que geralmente contém uma lista interminável de ingredientes, na maioria dos casos preços nada simpáticos, e um valor nutricional que deixa bastante a desejar. Mas de todos, os únicos que realmente gosto de incluir no meu dia-a-dia são as bebidas vegetais, que considero serem uma forma fácil de obter alguns nutrientes importantes (cálcio, vitamina B12, e proteína no caso da bebida de soja…), e os iogurtes. E por norma procuro produtos com poucos açúcares adicionados. Como podem imaginar, também tenho em conta o preço destes produtos, o que me levou a considerar começar a fazer alguns destes produtos em casa, como os iogurtes. Após poucas experiências, partilho-vos a receita que me agradou mais, em termos de consistência, e processo de preparação.
Iogurte de soja
Relativamente à receita que se segue, esta não requer uma iogurteira, no entanto, é possível que obtenham melhores resultados com a mesma do que com o método que proponho, pois oferece melhores condições para o processo de fermentação.

Para o próprio processo de fermentação, quando faço os iogurtes caseiros, geralmente uso um “iogurte de soja” comprado, no lugar da cultura de bactérias, no entanto os resultados são melhores com a cultura, que resultam num iogurte com um sabor caracteristicamente mais ácido, e com textura heterogénea devido à formação de coalho, que seria expectável após uma boa fermentação. A utilização da cultura de bactérias também permite reaproveitar várias vezes o iogurte feito para a vez seguinte. Podem encontrar o fermento de iogurte nas lojas Celeiro, ou na loja online Efeito verde.

Também é possível fazer iogurtes de fruta caseiros, mas sugiro que adicionem as frutas durante a incubação, e devem ser previamente esterilizadas (branqueadas) através de um cozimento em água a ferver durante 3 a 5 minutos, e depois arrefecidas, antes de juntar ao preparado do iogurte.

Relativamente aos ingredientes, adiciono amido de milho e ágar-ágar para obter uma textura mais consistente e menos líquida, para se assemelhar mais a um iogurte de leite de vaca, no entanto, é opcional. Também já vi adicionarem leite de soja em pó para o mesmo efeito, com sucesso.
Cheesecake no copo2

Servi o iogurte caseiro com compota de morangos e chia, e aveia e sementes de girassol ligeiramente tostadas. Estes 3 últimos alimentos são da marca Sementina, que conheci há relativamente pouco tempo, que vende grãos e sementes a preços mais económicos do que nas lojas habituais, e de boa qualidade. Podem conhecer aqui a página de facebook da marca.
A compota de morango e chia é muito semelhante à compota de framboesa que vos partilhei no ano passado, com a pequena diferença de cozer os morangos, o que permite uma maior validade do produto.
A aveia foi ligeiramente tostada para se assemelhar a uma “granola rápida”, onde podem juntar sementes e oleaginosas a gosto, com um pouco de óleo de coco.
montagem (mais…)