Tomate seco

Cogumelos recheados


Domingo passado tive oportunidade de realizar um workshop na Work – espaço criativo, cujo tema foi finger food. No planeamento das receitas para este evento apercebi-me que até agora nunca explorei muito esta temática no blog, e que a página poderia beneficiar de mais receitas de aperitivos, e de diferentes formas de apresentação de algumas receitas já partilhadas. Assim, no próximo mês, estou a pensar partilhar uma compilação desta ideias e novas receitas de aperitivos. Entretanto, deixo-vos uma das receitas que foi elaborada neste evento.

Esta receita de cogumelos recheados foi uma alegre surpresa. A combinação dos elementos fornecedores de sabor e aroma (alho, tomate seco, salsa e vinagre balsâmico) resultou num recheio saboroso, e a adição de pão ralado, depois de levado ao forno dá um toque crocante que contrasta bem com a base macia dos cogumelos assados.

Os cogumelos recheados devem ser feitos preferencialmente no mesmo dia em que são servidos e, se possível, devem ser servidos mornos. Se ponderam fazer esta receita para um jantar com alguma antecedência, sugiro que façam o recheio primeiro (no dia anterior, por exemplo) sem adicionar o pão ralado. Uma ou duas horas antes do jantar ou lanche, envolva o pão ralado no recheio, recheie os cogumelos, e leve ao forno, tal como descrito na receita.

(mais…)

Hambúrgueres de lentilhas e cogumelos com salada de pimento e tomate assados

Na semana passada tirei uns dias para conhecer algumas praias no sul do nosso Portugal. Passei pelo Portinho da Arrábida, e fiquei uns dias em Vila Nova de Milfontes, onde aproveitei para fazer o Percurso dos Pescadores da Rota Vicentina, conhecer Porto Covo, e as fabulosas praias desta zona.

portinho da arrábida
montagem
porto covo4

Mas, passando agora à receita… Já não partilhava receitas de hambúrgueres nesta página há uns bons meses. Achei que, por um lado, seria difícil variar muito do que já vos tinha partilhado, e por outro, já encontram facilmente imensas receitas deliciosas online, e, provavelmente não iria acrescentar nada de novo. Mas, achei esta combinação entre os sabores mediterrâneos da salada, o cogumelo grelhado e hambúrgueres, interessante. Um prato que quase nos remete para o verão pelos seus ingredientes e sabores, mas não deixa de saber bem e de ser facilmente reproduzido em qualquer altura do ano.

Hambúrguer de lentilhas11
A receita da massa de hambúrguer é bastante simples, e espero que não fiquem assustados com a quantidade de ingredientes… Admito que às vezes deixo-me levar um bocadinho na adição de condimentos, e para dar sabor às lentilhas, sal e pimenta preta não bastavam, (embora aconselhe sempre a tentarem adaptar as minhas receitas com os ingredientes que dispõe em casa!), e juntei também orégãos, salsa fresca, alho, cebola e coentros em pó, que acho que ficam particularmente bem com lentilhas.
Na massa, também junto amendoins moídos e sementes de linhaça para manter o hambúrguer mais coeso, em vez de juntar farinha, ou pão ralado.

molho2
A salada de pimento e tomate assados fazem a vez de um topping, uma ideia que surgiu na última viagem, enquanto preparava uma salsa de tomate e abacate. Assar os vegetais permite torná-los mais tenros, que achei que resultaria melhor servido com este hambúrguer. Envolvi os vegetais num molho com alguns sabores mediterrâneos, com orégãos, salsa, azeitonas, tomate seco e algumas especiarias embebidas no azeite.
Servi os hambúrgueres de lentilhas num cogumelo Portobello, uma ideia que achei interessante para dar continuidade à ideia da própria massa do mesmo, que contém cogumelos, e, para servir como base do hambúrguer.
Por fim, acompanhei os hambúrgueres de batatas assadas com tomilho, mas podem substituir por uma fatia de pão (fica uma “open-faced sandwich”) ou uma colher de servir de arroz, ou outro tipo de acompanhamento à vossa escolha.

Hambúrguer de lentilhas5
(mais…)

Pizza de tomate seco com crosta de couve-flor

Esta semana reinventamos a pizza. Mas massa não é alta e fofa, ou baixa e crocante, nem é gordurosa. (Ok, se calhar é um bocadinho gordurosa). É feita essencialmente de vegetais, e a base é sem gluten, feita a partir de couve-flor e farinha de grão.
Reinventar receitas tradicionais por aqui já não é uma novidade, e cá em casa também não ficaram muito surpreendidos quando disse que ia fazer uma pizza essencialmente a partir de vegetais, excepto o meu irmão adolescente que me questionou o porquê de colocar “arroz” na pizza, que na verdade era couve-flor. Quando lhe disse o que era ele ficou a olhar para mim incrédulo e murmurou entre dentes qualquer coisa sobre o facto de eu colocar vegetais “escondidos” em quase tudo (para desgosto dele)… É verdade, e não vejo porque não experimentarmos, porque afinal, conheço bastantes pessoas que ainda não suportam ver os vegetais no prato. Esta pizza é um exemplo disso, onde coloco couve-flor bem triturada na base, e não tivesse eu dito de que era feita a pizza, provavelmente ninguém imaginaria que continha couve-flor (e assumiam que a levedura tinha passado do prazo, ou qualquer coisa assim, para ficar tão baixa…).

pizza with cauliflower crust6(1)
Como já referi, a base é feita de couve-flor, linhaça (para tornar a base mais coesa), óregãos, e farinha de grão. Usei farinha de grão porque a amêndoa moída é um ingrediente mais caro, e pareceu-me uma boa alternativa numa receita de pizza sem gluten, (se for esse o caso), senão, podem juntar qualquer farinha que tenham por casa, mas ajustem a quantidade consoante a humidade da massa. Depois de levar a base ao forno, juntei um molho de tomate inspirado no molho Romesco que vos partilhei recentemente, e que combina sabores Mediterrâneos que adoro. Cubri finalmente com curgete laminada, tomate seco, por ter um sabor ligeiramente fumado, e azeitonas de cura tradicional. E no fim, umas folhas de rúcula e ervas aromáticas, mas também um fio de molho pesto, só porque é aromático, e o azeite, como gordura, contribui para uma maior palatabilidade desta versão reinventada da pizza.
Podem experimentar toppings diferentes daqueles que vos sugiro, e usar o molho de tomate habitual, ou os ingredientes que mais gostarem de juntar à pizza convencional.
cauliflower crust(12)
cauliflower crust1(1)
(mais…)