Galette de pêssego

Galette de pêssego

sobremesased-amine-

Sobremesas & doces

Galette de pêssego

Farinha de trigo integral, Pêssego,
Tempo de preparação 60 minutos
Dificuldade
8 Numero de Porções: 8x sobremesased-amine-
0
21 Julho, 2013
/
12

Sobre a receita: a galette é uma tarte sem forma, com aparência rústica que tanto pode ter um recheio salgado como doce.

Apaixonei-me por este tipo de tarte pela sua facilidade de execução. Fazer a massa, preparar a fruta e levar ao forno são os únicos passos de uma receita que não falha. E sendo os pêssegos a minha fruta preferida, não poderia passar sem experimentar com este fruto.

A base crocante, com o recheio suave e doce dos pêssegos, fazem desta tarte uma sobremesa delicada e a servir em qualquer festa de verão, lanche em casa, ou sobremesa gulosa.

Eu adoro especialmente se estiver quente e for servida imediatamente com uma bola de gelado de baunilha, uma receita que experimentei recentemente, e que também vai ser publicada por aqui.

Não é propriamente a receita mais saudável, (fechem os olhos quando juntarem as 6 colheres de sopa de gordura vegetal), mas se a dose for bem moderada, façam desta receita o vosso pecado este verão.

Galette de pêssego

Massa
1 chávena (120g) de farinha de trigo integral ou farinha de trigo refinada (ver nota)

1 colher de chá de açúcar

¼ colher de chá de sal

6 colheres de sopa (aproximadamente 80g) de gordura vegetal (ver nota)

4 colheres de sopa de água gelada

 

Recheio
2-3 pêssegos pelados e cortados em fatias

2 colheres de sopa de açúcar areado

1 colher de chá de amido de milho (se os pêssegos forem muito maduros, o amido previne que se liberte muito líquido da tarte)

½ colher de chá de extrato de baunilha

Uma pitada de canela

 

Para fazer a crosta da galette, com um garfo misture a farinha com o açúcar, o sal e a margarina cortada em cubos (ou outro tipo de gordura que preferir utilizar).

Pode ser feito no processador de alimentos.

Adicione 4 colheres de sopa de água gelada.

A massa deve ficar bem unida, com uma boa consistência. Se não, adicione mais 1 ou 2 colheres de sopa de água. Ou se ficar muito húmida, adicione um pouco de farinha.

Coloque a massa no papel vegetal e forme um círculo de aproximadamente 30cm.

Guarde a massa no frigorífico durante 10 minutos.

Enquanto a massa descansa, misture os ingredientes do recheio numa taça à parte.

Retire a massa do frigorífico, e coloque o recheio dos pêssegos no centro, deixando cerca de 2 polegadas livres na periferia do círculo.

Dobre as bordas da tarte, por cima do recheio, e se quiser, pode decorar as bordas com açúcar areado.

Leve ao forno a uma temperatura de 190ºC durante 45-50 minutos.

Retire do forno assim que a crosta ficar dourada e crocante. Sirva com gelado de baunilha.

 

Nota: A utilização de farinha de trigo integral é opcional, mas se quiserem adicionar recomendo uma proporção de 1/3 ou até ½ da quantidade de farinha total.

Relativamente às gorduras, é mais fácil trabalhar com margarina do que com óleo de coco. Mas se quiserem utilizá-lo, recorram ao processador de alimentos para o misturar esta gordura ainda em estado sólido à farinha. E não levem a massa a descansar no frigorífico, pois como o óleo de coco solidifica mais depressa do que a margarina, e a massa tornar-se-ia quebradiça.

(Fotografia abaixo: Gelado de baunilha caseiro para acompanhar, receita em breve)

Recipe in English

Peach Galette

Dough
1 cup all-purpose flour or wholewheat pastry flour

1 teaspoon sugar

¼ teaspoon salt

6 tablespoons (80g) vegan margarine or coconut oil

4 tablespoons iced water

 

Filling
2-3 peaches, peeled and cut into slices

2 tablespoons demerara sugar

1 teaspoon cornstarch

½ teaspoon vanilla extract

Dash of cinnamon

 

To make the crust, use a fork to combine flour, sugar and salt with chilled margarine or coconut oill in a large bowl.

Add 4 tablespoons iced water.

Mix until the dough just starts to come together. If it is not holding, drizzle more iced water, 1 or 2 tablespoons.
In parchment paper, roll dough into a circle, with about 12 inches (30cm) wide.

Refrigerate for at least 10 minutes.

While the dough refrigerates, mix the filling ingredients.

Place the peach filling in the center of the dough circle, leaving about 2 inches.

Fold the edges over the filling.

Bake at a temperature of 375ºF (190ºC ) for 45-50 minutes, until the crust is golden brown and crispy.

Remove from the oven and cool.

Serve with vanilla ice cream.

    • 22 Julho 2013 / 15:50

      Uma delícia! Será o meu pecado de Verão 🙂

    • 24 Julho 2013 / 14:30

      Tarte..yummi!! Com pêssego…YUMMI! E com gelado??? já preciso de um babete! 😛

      beijinhoo*

    • 25 Julho 2013 / 4:51

      Looks sooo great! (:
      Eu aqui, pensando em que fruta ponho no lugar de pêssegos ((:

    • Inês
      25 Julho 2013 / 20:47

      Que delícia! Mas será que se pode usar manteiga em vez de margarina? E que outros frutos funcionarão bem? Maçã, frutos silvestres…
      Obrigada!

      • 25 Julho 2013 / 21:31

        Olá Inês! Sim, outras gorduras sólidas também resultam no lugar da margarina. E maçã resulta bastante bem nesta tarte, mas frutos silvestres e cerejas também! Ainda não experimentei com muitas outras frutas, e admito que sou um pouco aficionada na tarte de pêssego, mas com aquelas que mencionei acredito que a tarte fique igualmente boa! 😉

    • Anónimo
      29 Julho 2013 / 19:35

      Preciso muito da receita deste gelado de baunilha!
      As suas fotos são lindas!!!

    • 04 Agosto 2013 / 11:35

      esta tarte parece optima. em relação a gordura vou ensinar-te um truque que da taaaannnnto jeito… usas ghee (ou Manteiga, mas ghee é melhor uma vez que a massa vai ao forno) e mesmo que o ghee esteja no frigorifico e por isso muito rijo usas um ralador e ralas o ghee como se ralasses uma cenoura, ele fica aos bocadinhos pequenos e é optimo para trabalhar a massa. não uses margarina porque é a pior gordura possivel, esta cheia de gorduras trans porque para a gordura vegetal ficar solida têm de a hidrogenar parcialmente e isso torna a gordura vegetal boa em má (risca a margarina dos teus ingredientes, sério). Não querendo parecer que estou aqui a reclamar, queria mesmo só dar esta dica em relação a margarina porque esta tarte tem tão tão bom aspecto e tão bons ingredientes que a margarina fica a destoar. optimas fotos, parabens!!!!

      • 04 Agosto 2013 / 13:12

        Olá Inês! A ideia que eu tenho é de que nem todas as margarinas contém gordura trans (ou talvez eu estou redondamente enganada com aquele 0, e contêm num valor inferior a 0.5g, o que é possível), mas de qualquer forma muito raramente utilizo margarina, foi a primeira vez desde há muito tempo. Mas tens toda a razão, e obrigada pela dica! Eu que sou completamente contra produtos processados e gorduras trans nunca deveria ter incluído este ingrediente só para partilhar uma receita…
        Obrigada pelo teu comentário 🙂

        • Anónimo
          04 Agosto 2013 / 14:00

          De nada 😉 acho que ha relamente umas que têm menos do que outras, mas de qualquer forma sao todas um bocado processadas, mas seja o qe fôr, mesmo que nao seja fantastico, uma vez por outra nao faz mal nenhum.. Experimenta ralar o ghee ou a manteiga vais ver que nem vais acreditar como é q uma coisa tao simples ajuda tanto! Beijinho

        • Joana
          29 Março 2015 / 11:29

          olá márcia, a gordura poderia ser trocada por oleo de coco ou até ovos ?

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Outras Receitas que merecem destaque