O meu sag aloo

O meu sag aloo

Pratos principais eacompanhamentosed-amine-

Pratos Principais & Acompanhamento

O meu sag aloo

Batata, Caril, Coentros, Grão-de-bico, Iogurte, Leguminosas,
Dificuldade
0
29 Agosto, 2014
/
16

Durante este verão, que infelizmente parece que está a chegar ao fim, prometi a mim mesma experimentar uma receita diferente de um livro de culinária todas as semanas. Ao que parece, eu adoro ter livros de culinária, mas na maioria das vezes, experimento algumas receitas imediatamente, desfolho-os para tirar outras ideias de receitas e fotografias, mas acabo por não lhes dar o seu devido uso, o de aprender com todas as suas receitas. Achei que provavelmente não custaria nada mudar e programar semanalmente novas receitas, e assim foi.

Esta foi uma das receitas que experimentei do livro “Poupe com Jamie” que me ofereceram recentemente. Apesar de não ser vegetariano, vou tirando algumas ideias do capítulo dos vegetais, mas quem o usa mais é a minha mãe, que felizmente tem investido (após muita insistência da minha parte) numa culinária mais saudável para a família.

Depois de ter experimentado a receita, acabei por fazer algumas adaptações, e incorporei leguminosas e mudei o procedimento. Ao adicionar o grão acredito que o prato fica um bocadinho mais completo, apesar de fugir ao tradicional. Mas a meu ver o grão-de-bico é uma excelente adição a pratos de sabores fortes como o caril. Quanto aos ingredientes, se repararem na receita, é necessária pasta de caril, que, honestamente, se não tiverem por casa, acho que também resulta bem apenas com o caril em pó adicionado numa colher de chá generosa.

Sag Aloo
Serve 2 a 3 pessoas

½ cebola, descascada e picada
1 colher de sopa de azeite
1 tomate maduro
2 colheres de sopa de pasta de caril
400g de batatas
1 chávena de grão-de-bico cozido (ou 1 lata média)
1 a 2 colheres de sopa de óleo de amendoim não refinado (ou outra gordura vegetal que preferirem)
2 dentes de alho
1 malagueta vermelha
2 colheres de chá de sementes de cominhos
100g de espinafres
3 colheres de sopa de iogurte natural (de soja)
Sal a gosto
Coentros frescos

Salteie a cebola, no azeite, e junte o tomate pelado e cortado em cubos. Junte a pasta de caril e uma pitada de sal. Assim que o tomate tenha sido reduzido a molho, junte as batatas, cortadas em cubos (podem deixar a pele se preferirem), 100 a 150ml de água e o grão cozido. Durante os 15 a 20 minutos que as batatas demoram a cozer em lume médio, acrescente mais água e ajuste os temperos.
Entretanto, para aromatizar o óleo de amendoim, e tornar o sag aloo mais aromático, coloque numa frigideira a malagueta cortada em tiras, o óleo de amendoim, os cominhos, e 2 dentes de alho. Frite até as sementes ficarem douradas.
Assim que as batatas estiverem praticamente cozidas junte os espinafres, e deixe cozer mais uns 3 minutos para amolecerem.
Sirva o sag aloo em taças com o óleo aromatizado com as malaguetas, folhas de coentros e iogurte.

Recipe in English

Sag aloo
Serves 2 to 3

½ onion, peeled and chopped
1 tablespoon olive oil
1 ripe tomato, peeled and cut into cubes
2 tablespoons curry paste
400g potatoes, diced
1 cup cooked chickpeas (or 1 medium can)
1-2 tablespoons unrefined peanut oil (or other vegetable oil you prefer)
2 cloves of garlic, peeled and finely sliced
1 red chile
2 teaspoons of cumin seeds
100g spinach
3 tablespoons non-dairy yogurt
Salt to taste
Fresh coriander

Sauté the chopped onion in the olive oil and add the tomatoes cubes. Add the curry paste and a pinch of salt. Once the tomato has been reduced to sauce, add the diced potatoes (leave the skin on), 100 to 150ml of water and cooked chickpeas. Bring to a boil, cover and simmer on medium heat for 15-20 minutes. If necessary, add more water and adjust seasonings.
Meanwhile, to make the flavored oil, fry the garlic, chile, and cumin seeds in a small saucepan with the peanut oil, until golden.
Once the potatoes look almost cooked, stir the spinach into the pan, and cook for more 3 minutes.
Serve the sag aloo drizzled with the flavored oil, a tablespoon of yogurt, and some cilantro leaves.

Bom apetite...

    • Isa
      30 Agosto 2014 / 11:03

      Esta vai para a lista das receitas a experimentar 🙂 Também já consegui convencer alguns membros da família a alterar os hábitos um pouco (os problemas de saúde destes também ajudaram), e foi com a ajuda de, por exemplo, aquela feijoadazinha que aqui anda no blog! Todos aprovaram! 🙂
      Mas não é fácil, por vezes ainda recebo uns olhares de desaprovação, sobretudo dos elementos mais idosos da família!

    • Carolina Martins
      31 Agosto 2014 / 13:17

      Também gosto muito do Jamie e tenho esse livro. Estou inquieta para experimentar aquela receita dos enrolados de abóbora c folhas de lasanha, deve ser uma delícia. Márcia já viu o livro dele de receitas dos “15 minutos”? É óptimo também, aliás gosto mais desse, porque alia a culinária saudável com a rapidez e é deveras inspirador. Tem receitas vegetarianas e as que não são podem-se adaptar. Esta receita parece ser muito simples e sabososa, tal como gosto. A pasta de caril pode-se fazer em casa, é tão rápido! Muitas vezes leva porém folhas de lima kaffir, que aqui nos Açores são impossíveis de encontrar e tenho tanta pena porque ele usa muito nas suas receitas e estou curiosa de experimentar.
      PS: Márcia a sua granola está a ser um sucesso na minha família!! 😉

    • Carolina Martins
      31 Agosto 2014 / 13:17

      Também gosto muito do Jamie e tenho esse livro. Estou inquieta para experimentar aquela receita dos enrolados de abóbora c folhas de lasanha, deve ser uma delícia. Márcia já viu o livro dele de receitas dos “15 minutos”? É óptimo também, aliás gosto mais desse, porque alia a culinária saudável com a rapidez e é deveras inspirador. Tem receitas vegetarianas e as que não são podem-se adaptar. Esta receita parece ser muito simples e sabososa, tal como gosto. A pasta de caril pode-se fazer em casa, é tão rápido! Muitas vezes leva porém folhas de lima kaffir, que aqui nos Açores são impossíveis de encontrar e tenho tanta pena porque ele usa muito nas suas receitas e estou curiosa de experimentar.
      PS: Márcia a sua granola está a ser um sucesso na minha família!! 😉

    • 01 Setembro 2014 / 10:38

      Olá Márcia,

      Está com muito bom aspecto e vou já experimentar esta semana. Só me preocupa por ter tantos hidratos: batata e grão, é capaz de fica pesado ou não?
      Bj

    • 01 Setembro 2014 / 10:38

      Olá Márcia,

      Está com muito bom aspecto e vou já experimentar esta semana. Só me preocupa por ter tantos hidratos: batata e grão, é capaz de fica pesado ou não?
      Bj

    • Isa
      01 Setembro 2014 / 18:53

      Afinal experimentei hoje ao almoço! 🙂 também fiz algumas alterações: troquei metade da batata por courgette (que estava a precisar de ser comida), não tinha espinafres – pus couve-coração ripada, não pus iogurte e coloquei a colher de chá de caril generosa, porque não tinha a pasta e deixei a batata com casca (acho que ficam mais saborosas). Resultado: apesar de tanta alteração, delicioso! 🙂 será para repetir! Da próxima vez hei-de experimentar com os espinafres, a ver como fica, é outro verdinho que também adoro 🙂
      Também fiquei curiosa com o iogurte, embora não sei se terá o mesmo efeito que o iogurte de leite de vaca, que supostamente corta o picante… Fica para a próxima 😀

    • Isa
      01 Setembro 2014 / 18:53

      Afinal experimentei hoje ao almoço! 🙂 também fiz algumas alterações: troquei metade da batata por courgette (que estava a precisar de ser comida), não tinha espinafres – pus couve-coração ripada, não pus iogurte e coloquei a colher de chá de caril generosa, porque não tinha a pasta e deixei a batata com casca (acho que ficam mais saborosas). Resultado: apesar de tanta alteração, delicioso! 🙂 será para repetir! Da próxima vez hei-de experimentar com os espinafres, a ver como fica, é outro verdinho que também adoro 🙂
      Também fiquei curiosa com o iogurte, embora não sei se terá o mesmo efeito que o iogurte de leite de vaca, que supostamente corta o picante… Fica para a próxima 😀

    • 02 Setembro 2014 / 18:50

      Parece que todas sofremos do mesmo mal, porque eu faço exactamente o mesmo com os livros de cozinha…. 😛
      Adorei a tua adaptação da receita, é um prato que faço com alguma frequência em casa, mas assim desta forma nunca fiz.
      bj
      sara

    • 02 Setembro 2014 / 18:50

      Parece que todas sofremos do mesmo mal, porque eu faço exactamente o mesmo com os livros de cozinha…. 😛
      Adorei a tua adaptação da receita, é um prato que faço com alguma frequência em casa, mas assim desta forma nunca fiz.
      bj
      sara

    • 07 Setembro 2014 / 22:27

      Olá Márcia, foi hoje o jantar e ficou delicioso! Obrigada

    • 07 Setembro 2014 / 22:27

      Olá Márcia, foi hoje o jantar e ficou delicioso! Obrigada

    • 09 Setembro 2014 / 6:28

      Um dos grandes problemas dos apreciadores de culinária é o de termos tantos livros inspiradores que nos falta o tempo para os apreciarmos correctamente, também sou assim 😛 Adorei esta tua versão, também ponho sempre grão (ou lentilhas) nos pratos de caril, acho que fica delicioso! Hei-de experimentar esta receita, mas talvez um bocadinho menos hot, essa malagueta toda é demasiado potente para mim eheh 😛

      beijinho*

    • 27 Novembro 2014 / 18:53

      Boa tarde,

      Adorámos a receita e iremos experimentar.
      Somos fãs de batata e gostamos de procurar novas receitas com o nosso ingrediente favorito.

      Não vamos resistir a partilhar esta receita na nossa página, agradou-nos bastante.

      Aproveitamos para deixar um convite a conhecer a nosso site, temos variadas receitas, dicas e curiosidades para partilhar.

      Também estamos no Facebook em https://www.facebook.com/batatascomsabor

      Boas receitas!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Outras Receitas que merecem destaque