Pasta de beringela – Baba ghanoush

Pasta de beringela – Baba ghanoush

Aperitivos Snacks salgadosed-amine-

Aperitivos & snacks

Pasta de beringela – Baba ghanoush

azeite, Beringela, Limão, Sementes de sésamo, Tahini,
Tempo de preparação 30 minutos
Dificuldade
4 Numero de Porções: Aperitivos Snacks salgadosed-amine-Aperitivos Snacks salgadosed-amine-Aperitivos Snacks salgadosed-amine-Aperitivos Snacks salgadosed-amine-
0
30 Agosto, 2013
/
15

Novamente a viajar através da culinária, trouxe-vos uma pasta de beringela, o baba ghanoush. No médio oriente, assume também outros nomes, como mutabbal. Os ingredientes utilizados nesta preparação são essencialmente a beringela assada, alho, cebola, azeite, tahini, sal, sumo de limão, mas também podem ser adicionados outros ingredientes conforme a tradição da região e o gosto. É geralmente servido com pão da região, e pode ser visto como uma entrada, ou até como acompanhamento. Acredito que a existência desta pasta tão popular na zona do Mediterrâneo se deva à abundância deste fruto no Verão e início do Outono. E torna-se interessante verificar a quantidade de pratos semelhantes a este numa área geográfica que vai desde o Egipto, percorrendo a costa Mediterrânica, até chegar à Grécia e encontrar a melitzanosalata.

Nutricionalmente, a beringela pode ser interessante em regimes de perda de peso, pois em 100g deste fruto, apenas aporta 24kcal. Sendo basicamente constituída por água e fibra. Contém também compostos fenólicos, que são possivelmente a causa do ligeiro sabor amargo da beringela.

Referência: http://www.whfoods.com/genpage.php?tname=foodspice&dbid=22

Esqueci-me de mencionar que o método que utilizei para cozinhar a beringela nesta receita foi baseado numa receita do livro “Plenty” de Yotam Ottolenghi, e na receita de Mutabbal, da Sandra Guimarães do Papacapim. Para mim é a melhor forma de cozinhar a beringela para fazer pastas pois dá um incrível sabor defumado!

Baba ghanoush – pasta de beringela assada
2 beringelas médias
2 colheres de sopa de azeite
3 colheres de sopa de tahini (receita abaixo)
1 dente de alho, picado
2 colheres de sopa de sumo de limão
Sal a gosto
Cominhos moídos e salsa, opcional

Faça alguns furinhos na beringela com um garfo. Acenda o fogão e leve a beringela à chama. Sustenha-a durante alguns minutos sobre a chama. Eu consegui pousar sobre a grelha do fogão. Deve ficar completamente preta a beringela, com uma casca bem queimada.
Faça uma incisura com uma faca na beringela, se o seu interior estiver muito suave, então está pronta. Corte a beringela a meio, e retire a casca. Misture com os restantes ingredientes da receita com um garfo. Se quiser também pode utilizar um processador de alimentos, mas penso que não é necessário porque a beringela tende a desfazer-se muito bem.

Decidi também incluir a receita do tahini, pois nem toda a gente o conhece e sabe onde encontra-lo. Mas fiquem a saber que pode ser facilmente feito em casa, com os equipamentos adequados. Convido-vos a ler este post onde falei um pouco mais sobre esta pasta de sésamo.

Tahini
Toste sementes de sésamo numa sertã, sem adicionar gordura. Assim que começarem a dourar, retire do lume. Pode deixar arrefecer um pouco antes de colocar no processador de alimentos. Triture até obter uma pasta densa.

Recipe in English

The method I used to cook the eggplant in this recipe was based on a recipe from the book “Plenty” by Yotam Ottolenghi, and this mutabbal recipe, by Sandra Guimarães from Papacapim. I believe it’s the best way to cook eggplant to make baba ghanoush, because it really gives an incredible smoky flavor to the dip!

Baba ghanoush
2 medium eggplants
2 tablespoons olive oil
3 tablespoons tahini (recipe below)
1 garlic clove, minced
2 tablespoons lemon juice
Salt to taste
Ground cumin and parsley, optional, for garnish

Prick each eggplant a few times with a fork. Char the outside of the eggplants by placing them directly on the flame of a gas burner for a few minutes. The eggplant skin must be completely charred and flaky.
Poke a knife into the eggplant. If the pulp is really smooth, then your eggplant is cooked.
Split the eggplant in half and scrape out the pulp. Combine, with a fork, the pulp and the remaining ingredients. You can also use a food processor, but I don’t think it’s necessary.
Serve drizzled with olive oil, cumin powder and some fresh herbs.

I also decided to include the tahini recipe, because not everyone knows what it is or where to find it. And it’s really easy to make at home, if you have a food processor, or a blender.

Tahini
Toast sesame seeds in a dry skillet. Remove from the heat as soon as they start to brown. Let the seeds cool before putting in the food processor. Grind until you get a thick paste.

    • 30 Agosto 2013 / 11:44

      Nunca me tinha ocorrido fazer as beringelas dessa maneira, costumo fazer isso com os pimentos, mas com beringelas nunca experimentei, vou guardar a dica 😉 e o patê tá com aspecto delicioso 🙂

      beijinho*

    • 30 Agosto 2013 / 12:11

      ADORO!! Costumo enriquece-lo com um bocadinho de feijão branco e e sempre um dos petiscos que faço em jantaradas de amigos 😉 Tenho é de experimentar fazer assim as beringelas e esse tahini caseiro! Yami!

      • 30 Agosto 2013 / 23:09

        Já vi a tua receita com feijão branco 🙂
        Também já juntei grão-de-bico e ficou muito bom, agora tenho de fazer com esse feijão!

    • 30 Agosto 2013 / 17:25

      Adorei o tahini caseiro, que fixe!
      E adoro baba ganoush, é um petisco delicioso.
      Um beijinho.

    • 30 Agosto 2013 / 21:48

      Normalmente faço a beringela sempre da mesma maneira, fico um pouco farta. Tenho de experimentar esta receita. Tem um aspecto delicioso! Parabéns.

      • 30 Agosto 2013 / 23:11

        Também tenho de variar na confecção da beringela regularmente… Esta é a minha preferida, mas também vai muito bem grelhada e assada, e ocasionalmente adiciono-a a estufados 🙂

    • 31 Agosto 2013 / 10:02

      Olá Márcia

      o tahini també faço como tu mas pensava que as beringelas tinham que ir ao forno. Assim é muito, muito mais prático. Vou já testar para o jantar de amanhã 🙂
      Ah, e compre um frasquinho de tahini enriquecido com algas, de modo que vou fazer metade c normal e metade com algas, mas ver qual fica melhor!!!! Obrigada por partilhares este método simples de baba ganoush 😀

    • 01 Setembro 2013 / 18:41

      Apesar de preferir o hummus também gosto muito de baba ghanoush. E a que fizeste está mesmo com a textura certa! 🙂

    • 22 Setembro 2013 / 12:06

      Uau!!!! Mnham!

    • adriane1234
      28 Maio 2017 / 0:51

      Olá
      Adorei a receita e com certeza vou tentar fazer, sempre bons aprender novos truques que dão novos sabores a comida, principalmente quando se trata de comida vegetariana e vegana, os temperos e sabores tem que ser escolhidos de forma criteriosa! Super gostei das outras receitas também e vou experimentar cada uma delas.
      As opções veganas e vegetarianas estão ganhando forma no Brasil e espero que mais pessoas conheçam e provem as delícias veganas, pensando nisso eu tenho um site só de receitas fáceis e práticas veganas, para dar mais ideias de pratos saborosos, nutritivos e saudáveis.
      http://www.vegan.mundodynamico.com
      Muito Obrigada!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Outras Receitas que merecem destaque