Queques de grão-de-bico e vegetais

Queques de grão-de-bico e vegetais

Aperitivos Snacks salgadosed-amine-

Aperitivos & snacks

Queques de grão-de-bico e vegetais

Abóbora, Cogumelos, Curgete, Farinha de grão-de-bico, Grão-de-bico, Leguminosas, Levedura nutricional, Manjericão, Tomate, Tomilho,
Tempo de preparação 45 minutos
Dificuldade
12 Numero de Porções: 12x Aperitivos Snacks salgadosed-amine-
8
30 Setembro, 2017
/
4

A sugestão que vos partilho esta semana são uns queques salgados feitos com farinha de grão-de-bico. Esta receita dá resposta a uma dúvida que persistia na receita das Quiches individuais de cebola caramelizada, onde o recheio da tarte foi conseguido triturando grão-de-bico demolhado. Este passo mais trabalhoso era uma alternativa à utilização da farinha de grão-de-bico, frequentemente indicada na elaboração deste género de receitas, mas que na altura tinha alguma dificuldade em encontrar. Alguns leitores da página ainda questionaram a quantidade de farinha a utilizar na massa, no lugar do grão-de-bico demolhado, mas admito que não consegui realmente experimentar essa opção na altura.

Assim, a massa desta receita surge como alternativa ao recheio da receita das quiches de cebola caramelizada, podendo ser utilizada ¼ da massa proposta em baixo para fazer as 4 “quiches” individuais.

Como apresentei a receita sem a crosta, até lhe atribuí outro nome, mas não esperem uma massa fofa como um queque, mas uma massa mais coesa e densa, que envolve bem os vegetais.
Para enriquecer a massa de grão-de-bico, deixo-vos 2 opções de recheio: um de abóbora, cogumelos, nozes e tomilho, com ingredientes desta estação e que deixa a massa com um sabor ligeiramente adocicado da abóbora; e, outra opção, de tomate e curgete, que permite obter uma massa mais húmida, e rica em sabor pela utilização das diferentes ervas aromáticas.

Neste género de aperitivos ou snacks salgados, práticos, relembro ainda uma variação que partilhei recentemente nas redes sociais, com ingredientes menos tradicionais, mas que alguns de vocês até possam gostar e achar mais prática relativamente à utilização da farinha de grão-de-bico.

Queques de farinha de grão-de-bico e vegetais

Faz 12 queques

200g de farinha de grão-de-bico
2 colheres de sopa de levedura nutricional (opcional, apenas para dar uma cor mais apelativa e um sabor rico na massa)
½ colher de chá de baking powder (fermento químico)
¼ colher de chá de sal
Pimenta preta acabada de moer a gosto
350mL de água

Procedimento:
1. Prepare as formas dos queques untando-as de azeite ou colocando formas de papel para as revestir.
2. Numa taça, envolva a farinha de grão-de-bico com a levedura, o fermento, o sal e a pimenta. Junte a água e mexa até obter uma massa líquida.
3. Coloque uma colher de sopa de massa no fundo das formas untadas ou revestidas. De seguida, divida os vegetais preparados segundo uma das variações abaixo descritas pelas formas. Cubra os vegetais com a restante massa. Se fizer a variação com a abóbora e cogumelos, cubra a massa com as nozes picadas.
4. Leve os queques ao forno preaquecido durante 25 minutos a 180°C, ou até um palito inserido no centro do queque sair limpo. Retire do forno, deixe arrefecer e retire das formas metálicas.

Variação: abóbora, cogumelos, nozes e tomilho
1 colher de chá de azeite
2 dentes de alho
1 cebola roxa, picada
300g de abóbora, descascada e cortada em cubos pequenos (cerca de ¼ de uma abóbora menina, hokaido…)
½ colher de chá de tomilho seco
1 colher de sopa de vinagre balsâmico
200g de cogumelos marron, cortados em fatias finas
Sal e pimenta preta a gosto
2 colheres de sopa de nozes picadas, para finalizar o queque

Procedimento:
1. Numa frigideira antiaderente, salteie a cebola e o alho picados no azeite, juntamente com algumas colheres de sopa de água. Assim que a cebola começar a amolecer e a ficar translucida, adicione a abóbora, o tomilho e o vinagre. Se necessário, adicione mais algumas colheres de sopa de água, e salteie durante uns 5 minutos em lume médio. Junte por fim os cogumelos e salteie mais 3 a 5 minutos, até a abóbora tiver amolecido, e os cogumelos tiverem perdido a sua forma e libertado os seus sucos. Ajuste os temperos a gosto e reserve.

Variação: tomate, curgete e orégãos
1 colher de chá de azeite
2 dentes de alho, picados
1 cebola, picada
1 curgete pequena, cortada em cubos
½ colher de chá de orégãos secos
250g de tomate cereja, inteiros ou cortados em metades
10 folhas de manjericão fresco cortado finamente ou 2 colheres de sopa de salsa fresca, picada

Procedimento:
1. Numa frigideira antiaderente, salteie a cebola e o alho picados no azeite, juntamente com algumas colheres de sopa de água. Assim que a cebola começar a amolecer e a ficar translucida, adicione a curgete e os orégãos. Salteie durante uns 2 a 3 minutos em lume médio. Junte os tomates cerejas e o manjericão, só mesmo para envolver os sabores do refogado, sem saltear em demasia para não perderem a sua forma. Ajuste os temperos a gosto e reserve.

    • Sara
      10 Dezembro 2017 / 22:32

      Olá Márcia,
      Experimentei esta receita (a versão com abóbora e cogumelos) e gostei muito! É muito mais simples do que o que parece e os queques ficam com imenso sabor. Queria saber se, para desenformar, esperas que os queques arrefeçam. Tive um pouco de dificuldade nessa parte e poderá ser porque tive que desenformá-los ainda quentes.
      Continua com o bom trabalho e boa sorte com a publicação do livro 🙂

      • 10 Dezembro 2017 / 23:50

        Olá Sara,
        Pois, de facto apercebi-me que não dei nenhuma dica para desenformar! As minhas formas de queques são antiaderentes e com apenas com uma pincelada de azeite os queques ainda quentes (espero uns 10 minutos depois de tirar do forno), passo uma faca à volta do queque, e saem muito bem! Sugeria então que ou colocasse uma forminha de papel, ou um quadradinho de papel vegetal a revestir ou, untar com alguma gordura sólida (óleo de coco ou margarina) e polvinhar com azeite, para prevenir que se colem às formas.
        Muito obrigada por acompanhar a página! 🙂

    • Mariana Pereira
      11 Dezembro 2017 / 21:28

      Olá marcia. Será que fica bem com farinha de arroz?

      • 11 Dezembro 2017 / 21:33

        Olá Mariana,
        Sim, a nível de textura não deve ser muito diferente, mas a farinha de arroz não tem muito sabor! 🙂

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Outras Receitas que merecem destaque